Dieta para aumento do estrogênio

Escrito por ellis martin | Traduzido por weber figueiredo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dieta para aumento do estrogênio
Nas mulheres, o estrogênio é responsável pelo desenvolvimento de seios e a regulação do ciclo menstrual (Pixland/Pixland/Getty Images)

O estrogênio é um hormônio esteroide que desempenha um importante papel no sistema reprodutor feminino e, em menor grau, na saúde masculina. Nas mulheres, ele é responsável pelo desenvolvimento de seios e a regulação do ciclo menstrual. Nos homens, o estrogênio tem um papel na produção do esperma. Certas dietas podem aumentar ou diminuir os níveis desse hormônio. Caso esteja tentando gerenciar seus níveis hormonais, é essencial entender os efeitos causados por alguns alimentos.

Outras pessoas estão lendo

Razões para regular o estrogênio com a dieta

Clinicamente, o estrogênio pode ser utilizado como uma forma oral de anticoncepcional e como suplemento de reposição hormonal para mulheres na pós-menopausa. A razão mais comum para buscar a suplementação com estrogênio é mitigar os efeitos colaterais da menopausa, onde os ovários retardam a sua produção hormonal. Baixos níveis desse hormônio são responsáveis ​​por muitos dos incômodos sintomas da menopausa, como as ondas de calor, insônia e secura vaginal.

Fitoestrogênio

De acordo com o "Women’s Menopause Health Center", comer certos alimentos vegetais pode aumentar os níveis de estrogênio. Tais alimentos contêm fitoestrogênio, um composto natural similar ao hormônio que pode imitar os seus efeitos no organismo devido à sua semelhança estrutural.

Alimentos a procurar

Certos alimentos são ricos em fitoestrogênios. Soja e alimentos à base de soja, como o tofu, são provavelmente os mais conhecidos, embora muitas outras leguminosas como lentilha, grão de bico e feijão-fradinho também sejam boas fontes de estrogênio dietético. Algumas sementes oleaginosas, especialmente linho, abóbora e gergelim e os óleos feitos a partir deles, apresentam níveis elevados de estrogênio vegetal. Procure por vegetais como beterraba, cenoura, pepino, aspargo e erva-doce. Algumas frutas, como maçã, tâmara, mamão, romã e tomate são boas fontes de fitoestrogênios. Produtos de origem animal contêm estrogênio biológico em vez de fitoestrogênios. Todos os tipos de carne, ave e peixe podem adicionar uma pequena quantidade de estrogênio a seu organismo.

Comidas a evitar

De acordo com o site "Holistic Online", alguns alimentos inibem a produção e a distribuição de estrogênio no corpo. Se você está tentando aumentar os níveis do hormônio, tente evitar vegetais como brócolis, feijão verde, repolho, milho e cebola. Já as frutas inibidoras são: melão, bagas, frutas cítricas, figo, uva, pera e abacaxi. Arroz branco e farinha branca também podem reduzir os níveis de estrogênio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível