Dieta de uma bailarina

Escrito por ts jordan | Traduzido por morgana nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dieta de uma bailarina
Para ser bailarina é preciso seguir uma dieta rica em nutrientes (Vegetarian salad image by tan4ikk from Fotolia.com)

Ser uma bailarina combina a necessidade de ter uma capacidade atlética surpreendente com o controle constante do peso. Conciliar essas duas questões exige o cumprimento de uma dieta que seja nutricionalmente densa, sem ser rica em calorias, permitindo que o corpo da bailarina obtenha vitaminas e nutrientes suficientes para se manter saudável, apesar dos rigores da prática. Ao mesmo tempo, a dieta deve manter a gordura corporal e o peso total relativamente baixo.

Outras pessoas estão lendo

Dieta de uma bailarina

Consuma uma dieta que seja rica em nutrientes, alimentos de baixa caloria como frutas e legumes, uma quantidade limitada de grãos integrais, e proteínas magras para ter a dieta de uma bailarina. Abstenha-se do consumo de comidas com calorias em excesso como alimentos que contenham açúcar, álcool, alimentos fritos, gorduras trans e grandes quantidades de gordura saturada. Note que nem toda a ingestão de gordura deve ser restrita -- apenas gorduras trans (eliminada completamente) e gorduras saturadas (fortemente restringida a não mais do que 10% a 15% do total de calorias). O consumo de gorduras insaturadas, como nozes, amêndoas, óleo de peixe e azeite de oliva realmente ajudará o desempenho, mantendo os processos hormonais do corpo funcionando bem, por isso não as exclua totalmente de sua dieta. As gorduras ômega-3 são especialmente importantes para a saúde das articulações, ajudando o seu corpo a se manter saudável apesar do treinamento de alto impacto do balé. Portanto, objetive aumentar a sua dose de ômega-3 comendo frutos do mar, algumas vezes por semana, e incorporando um suplemento de óleo de peixe de alta qualidade em sua dieta.

Planejamento de refeições

Consuma cinco ou seis pequenas refeições ao longo do dia, espaçadas a cada duas ou três horas. Isso manterá o metabolismo rápido, facilitando a redução da gordura corporal e o aumento da energia e da resistência para performances. Cada refeição geralmente deve ser equilibrada, contendo uma fruta ou vegetal, um grão, uma fonte de proteínas e uma fonte de gordura insaturada. Isso tirará as suposições da dieta, permitindo que você se concentre mais fortemente na prática e treinamento. Lembre-se também que seu corpo estará queimando calorias adicionais através dos treinamentos rigorosos, então consuma calorias extras em dias de treino para reabastecer o corpo sem ter que se preocupar com a ameaça de ganho de peso indesejado. Enquanto você ficar com os alimentos naturais recomendados acima, não precisará se preocupar muito sobre ganhar gordura corporal indesejada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível