Dieta de baixa proteína para cães com problemas de fígado

Escrito por moira clune | Traduzido por mayra chibante
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dieta de baixa proteína para cães com problemas de fígado
O fígado do seu cão é o maior órgão interno dele (Purestock/Purestock/Getty Images)

O fígado do seu cachorro é o maior órgão interno. Enquanto a sua função primária é a remoção das toxinas do sangue, ele ainda está envolvido em muitas reações bioquímicas, fazendo com que qualquer dano possa causar sintomas variados e generalizados. Por décadas, a dieta de baixas proteínas foi pensada para diminuir o progresso da doenças de fígado, mas uma nova pesquisa colocou em xeque a abordagem. Segundo o Journal of Nutrition "a má nutrição pode se desenvolver quando dietas que restringem as proteínas são inapropriadamente recomendadas".

Causas e Sintomas

Lesões internas associadas a acidentes de carro; inflamações do fígado devido a hepatite ou pancreatite; infecções do fígado e reações tóxicas causadas por prescrições de medicamentos; e intoxicações, podem danificar o órgão. Os sintomas mais comuns da doença hepática são o vômito, diarreia, urina frequente, anemia, disfunções sanguíneas, icterícia e perda de peso. Podem existir anormalidades nas fezes ou urina. A interrupção na produção da bile pode deixar as fezes mais claras e a icterícia pode fazer com que a urina fique alaranjada.

Dieta de baixa proteína para cães com problemas de fígado
Lesões internas associadas com acidentes de carro podem danificar o fígado (loraks/iStock/Getty Images)

Baixa proteína versus alto valor proteico

As dietas com restrição de proteína reduzem a quantidade de amônia produzida durante a digestão. Um fígado comprometido pode não ser capaz de filtrar adequadamente essa amônia adicional, resultando em uma condição tóxica. Mas, para a maioria das doenças hepáticas, a eliminação da proteína não é a solução. As proteínas são necessárias para o suporte, para manutenção da função hepática e da reparação. A restrição pode, segundo o Journal of Nutrition, "complicar a condição do paciente, prejudicar a regeneração dos tecidos e a recuperação de doenças". Na maioria dos casos, uma dieta de fácil digestão de proteínas combinada com carboidratos de alta qualidade, proporciona a melhor solução para cães com problemas de fígado. Laticínios e proteínas a base se soja podem ser substituídos por proteínas à base de carne.

Dieta de baixa proteína para cães com problemas de fígado
Uma dieta com restrição de proteína irá reduzir a quantidade de amônia produzida durante a digestão (Ingram Publishing/Ingram Publishing/Getty Images)

Encefalopatia Hepática

Existe uma exceção: as dietas de baixa concentração de proteínas são sempre recomendadas se o seu cão foi diagnosticado com encefalopatia hepática. Essa condição é o resultado de uma doença de fígado avançada ou um defeito congênito. A encefalopatia hepática prejudica a função cerebral, porque o fígado não desintoxicará o sangue.

Dieta de baixa proteína para cães com problemas de fígado
Dietas de baixa proteína são sempre recomendadas se o seu cão for diagnosticado com Encefalopatia Hepática (Gustavo Andrade/iStock/Getty Images)

O papel dos carboidratos

Os carboidratos proporcionam energia. Arroz e batatas providenciam carboidratos simples e de alta qualidade, enquanto os legumes são uma fonte de carboidratos complexos e de fibra. Carboidratos pobres, achados em rações, não são facilmente digeridos pelos animais e ainda aumentam a fermentação bacteriana do cólon e podem produzir amônia em excesso. Acrescentar legumes à ração do seu animal proporciona vitaminas e fibra. Essa promove uma movimentação intestinal mais frequente, que auxilia na remoção das toxinas do corpo.

Dieta de baixa proteína para cães com problemas de fígado
Carboidratos fornece energia (antpkr/iStock/Getty Images)

Suplementos

Susan Eddlestone recomenda a vitamina antioxidante E (alfa-tocoferol) para proteção e melhora das células hepáticas. Junto com outros praticantes da veterinária holística, a Dra Eddlestone ainda recomenda o cardo de leite, um suplemento de ervas. A silimarina, um ingrediente ativo do cardo, protege o fígado contra as toxinas, além de estimular a produção de novas células.

Dieta de baixa proteína para cães com problemas de fígado
Cardo de leite pode ajudar a proteger o fígado (hsvrs/iStock/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível