Dieta durante a lipidose hepática felina

Escrito por lee morgan | Traduzido por rayssa amorim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dieta durante a lipidose hepática felina
A lipidose hepática é uma doença encontrada em gatos (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

A lipidose hepática é uma doença encontrada em gatos e é comumente conhecida como fígado gorduroso. Os casos típicos dessa doença ocorrem em gatos com excesso de peso que, de repente, perdem o apetite e passam a emagrecer rapidamente. O fígado gorduroso é ligado a uma variedade de outras condições, incluindo doença renal, cardíaca e infecções do trato urinário, mas, de acordo com o website PetEducation.com, metade dos casos têm origens desconhecidas. Para melhorar a saúde do seu gato, é preciso alimentá-lo imediatamente ou a doença será fatal.

Outras pessoas estão lendo

Dieta rica em proteínas

Os gatos que sofrem de lipidose hepática precisam de apoio nutricional durante, pelo menos, três a seis semanas. Quanto mais tempo o gato sofreu com essa doença antes do diagnóstico, mais difícil será fazê-lo se alimentar sozinho. Essa doença se apresenta como a perda completa do apetite e, muitas vezes, é necessário alimentá-lo por uma seringa ou outros meios de alimentação forçada. O estresse tende a complicar a doença e pode causar ainda mais falta de apetite, então é necessário ser gentil. A dieta precisa ser rica em proteína (carnes) para que o gato comece a reconstruir massa muscular imediatamente.

Tubo de alimentação

Na maioria dos casos, um tubo de alimentação será necessário para que o gato absorva os nutrientes necessários para sobreviver. Um veterinário pode inseri-lo no estômago através do nariz ou boca do gato. Essa decisão dependerá do tamanho e da condição do gato e se ele está saudável o suficiente para suportar a anestesia. Os donos sempre são consultados sobre essas opções.

Hidratação

A lipidose hepática normalmente causa vômitos, e isso, juntamente com a falta de apetite, provoca a desidratação no gato e isso é tão perigoso para saúde do felino quanto a própria doença. Certifique-se de que o gato receba bastante água e eletrólitos. Você pode usar uma seringa de alimentação para administrar Pedialyte ou outra fórmula de hidratação pediátrica no seu gato, assim as chances de desidratação são bastante reduzidas.

Prognóstico

De acordo com o website CatCostumer.com, quanto mais cedo a lipidose hepática for detectada e tratada, mais chances de sucesso o tratamento terá. Essa doença, se não tratada, certamente será fatal. 35% dos gatos com essa doença não sobrevivem, mesmo com tratamento intenso. A maioria, contudo, sobrevive e se curam dentro de três a seis semanas, embora alguns precisam de apoio nutricional durante vários meses.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível