Dieta para felinos com cálculos na bexiga

Escrito por kimberly sharpe Google | Traduzido por aline fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dieta para felinos com cálculos na bexiga
Os gatos costumam sofrer de cálculos dolorosos na bexiga (cat image by nutech21 from Fotolia.com)

Os felinos costumam desenvolver cristais microscópicos em sua urina, o oxalato de cálcio ou o cálculo vesical de estruvita, o mais comum dos dois. Elas podem causar irritação e dor ao urinar. Os cristais podem causar obstrução da uretra, principalmente nos gatos machos. Os cálculos na bexiga se formam quando existe uma superabundância de minerais no corpo de um gato. As partículas minerais microscópicas se aglomeram para formar cristais e pedras maiores. Os cálculos vesicais podem se formar em qualquer gato, mas os birmaneses e os himalaios parecem ter uma maior incidência que os demais.

Outras pessoas estão lendo

Formação

Os cálculos vesicais se formam na bexiga a partir dos minerais na alimentação de um gato. As pedras de oxalato de cálcio tendem a ser predominantemente de cálcio, mas as de estruvita são feitas de magnésio, amônio e fosfato. O consumo insuficiente de água contribui para a possibilidade de cálculos, e o equilíbrio do pH determina o tipo: as pedras de estruvita se formam na urina alcalina, e as de oxalato de cálcio, na urina ácida.

História

As pedras de oxalato de cálcio em gatos são uma ocorrência relativamente nova. Até 25 anos atrás, os cálculos vesicais nos gatos seriam quase certamente pedras de estruvita. A indústria de ração animal acidificou a comida de gato para ajudar a prevenir infeções no trato urinário inferior e a formação de pedras de estruvita. Porém, a comida ácida causa maior perda de cálcio para a urina do gato, o que por sua vez causa uma incidência maior de formação de cálculos vesicais de oxalato, de acordo com o site VeterinaryPartner.com.

Pedras de estruvita

Aumentar o consumo de água de um gato pode ajudar a diminuir a incidência de pedras de estruvita em sua bexiga. Acrescentar vitamina C à alimentação do gato também pode ajudar a controlar a formação de pedras de estruvita. Algumas dietas de prescrição, equilibradas em magnésio e fósforo, são projetadas para prevenir as pedras de estruvita, produzindo uma urina mais diluída e ácida. Algumas são projetadas para dissolver pedras já formadas, mas elas não devem ser usadas a longo prazo, de acordo com o site PetEducation.com, pois não são dietas devidamente equilibradas.

Oxalato de cálcio

As pedras de oxalato de cálcio são difíceis de tratar somente com uma dieta. Diminuir o consumo de proteína do gato e restringir o sódio ajuda a prevenir a formação de cálculos, de acordo com o Colégio Americano de Cirurgiões Veterinários. Diversas dietas de prescrição podem reduzir a formação de cálculos. Um veterinário também pode recomendar usar vitamina B6, hidroclorotiazida (um diurético) e citrato de potássio para ajudar a deixar a urina do gato mais alcalina.

Aumento de água

Ambos os tipos de cálculos podem ser evitados com sucesso aumentando a ingestão de água do gato. Um gato pode precisar de uma dieta exclusivamente de ração úmida para se beneficiar da água adicional na mesma. A água ajuda a diluir a urina, o que ajuda a prevenir o acúmulo de minerais. Forneça bastante água pela casa. Certifique-se de que esteja limpa e fresca para atrair seu gato a bebê-la.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível