Dieta para glomerulonefrite aguda

Escrito por colette larson | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A glomerulonefrite aguda é um tipo de doença na qual as estruturas internas do rim que fornecem o fluxo de sangue para os néfrons que filtram a urina (glomérulos) estão inflamadas. Isso prejudica a capacidade do rim de filtrar a urina, permitindo níveis perigosos de fluidos e acumulação de resíduos no corpo. A glomerulonefrite aguda afeta mais comumente meninos entre 2 e 12 anos de idade que são propensos a infecções estreptocócicas frequentes. O principal objetivo durante o tratamento é aliviar a pressão sobre os rins, enquanto curam e recuperam a funcionalidade. Mudanças na dieta são recomendadas para limitar a ingestão de de sódio, proteína e líquidos.

Outras pessoas estão lendo

Dieta de baixa proteína

A proteína deve ser restrita para diminuir a carga de trabalho dos rins enquanto eles se curam e retardam o acúmulo de resíduos no sangue. É importante trabalhar com uma nutricionista registrada para equilibrar a necessidade de menos proteínas com proteínas suficientes para manter uma boa saúde geral. Selecione proteínas de alta qualidade, como carnes magras, peixe, frango e ovos. A maioria das calorias precisará ser fornecida por carboidratos complexos, como macarrão de trigo integral, arroz integral, pães integrais, cereais, frutas e legumes. Calorias provenientes de gorduras devem ser fornecidas por fontes de gordura monoinsaturada, como manteiga de amendoim, abacate e azeite, e fontes de gordura poliinsaturadas como salmão, soja e óleo de peixe.

Diminuir sal e potássio

O sal (sódio) deve ser restrito para melhorar o controle da pressão arterial, limitar a possibilidade de desenvolver hipertensão, bem como para minimizar ou evitar a retenção de líquidos que leva ao inchaço. O potássio é restrito para evitar o desenvolvimento de ritmos cardíacos perigosos. Seja responsável ao ler os rótulos dos alimentos para evitar alimentos que contenham sal, sódio ou glutamato monossódico (MSG) no início da lista. Alimentos processados de queijo, assim como carnes enlatadas, em conserva ou defumadas, são normalmente ricos em sódio. Não adicione sal ao cozinhar. Esteja ciente de que a maioria dos substitutos do sal contêm potássio e devem ser evitados. Use alimentos com sabor de limão, ervas e especiarias em vez de adicionar sal à mesa.

Restringir fluidos

Não consuma mais de 1,5 l de líquidos por dia para ajudar a controlar a pressão arterial e diminuir a carga sobre os rins, enquanto sua função for prejudicada. Isso inclui sopas, gelatina e sorvete. Consuma frutas que possuem fibra solúvel em água, como uvas, laranjas, maçãs, alface e aipo, para contribuir para a sua contagem de fluido. Diuréticos podem ser prescritos para ajudar os rins a eliminar sal e água desnecessários.

Limite a ingestão de fósforo

Os pacientes de glomerulonefrite aguda podem ter dificuldade de excretar fósforo, levando a um acúmulo de níveis perigosamente altos de fósforo no corpo. O aumento dos níveis pode levar a doenças cardíacas e ósseas. A ingestão de fósforo deve ser limitada a entre 800 e 1.000 mg por dia. O fósforo está presente em produtos lácteos como leite, sorvete e iogurte. Ervilhas, feijão, amendoim e nozes são também fontes de fósforo que precisam ser monitoradas. Aditivos que contenham fósforo são rotineiramente adicionados aos alimentos processados e lanches para realçar o sabor e estender a vida útil. Evite bebidas como cerveja, cacau e refrigerantes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível