Mais
×

Dieta livre de laticínios para perder peso

O leite em excesso deixa o corpo vulnerável ao ganho de peso
Martin Poole/Photodisc/Getty Images

Introdução

Você já deve ter conhecido alguém com intolerância à lactose e pensado como deve ser difícil viver sem leite. Mas não é bem assim. O leite está presente em alimentos que geralmente são carregados de açúcar e gordura, especialmente na culinária brasileira. Quer sobremesa mais gordinha que brigadeiro, pudim de leite, doce de leite ou nega maluca? Além disso, 75% da população mundial tem algum grau de intolerância à lactose, cujos principais sintomas são inchaço, cansaço e barriga estufada, que também ocasionam aumento de peso. Conheça a seguir alimentos que ajudarão você a cortar a lactose e também os quilinhos a mais.

Troque os queijos tradicionais pelo queijo de cabra, por exemplo
Michael Blann/Digital Vision/Getty Images

Queijos sem lactose podem ser gostosos

A intolerância à lactose ocorre principalmente devido à incapacidade de nosso organismo em digerir a enzima lactase. É a hora de esquecer o queijo prato, muzzarela ou mesmo o queijo branco. A boa notícia é que existem alternativas saudáveis e saborosas. Experimente, por exemplo, o delicioso queijo de cabra. Há também o sofisticado queijo italiano pecorino toscano, feito com leite de ovelha. Outra opção interessante e mais barata é o queijo de soja. Há algumas pizzarias nas principais capitais brasileiras que inclusive já oferecem pizzas com queijos livres de lactose para quem tem intolerância.

O pão francês não leva leite
Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Consuma pão sem leite

Muitas pessoas acreditam que todos os pães levam leite na massa. Na verdade, as padarias comuns oferecem muitas opções sem laticínios. O pão francês leva apenas água na sua composição e é mais leve que os rechonchudos pães de leite ou pães fatiados. O pão feito sem leite é considerado mais saudável que os outros. Se você está interessado em uma dieta livre de laticínios, vale procurar consumir pães de forma industrializados com grãos e baixa concentração de lactose. Também é possível fazer pães sem lactose e sem glúten em receitas caseiras.

Não é tão difícil encontrar chocolate livre de leite
Photos.com/PhotoObjects.net/Getty Images

Chocolate mais puro ou de soja

Um dos principais obstáculos para quem começa a dieta livre de laticínios está relacionado com o consumo de doces e chocolates. A boa notícia é que é possível diversificar para ter uma vida mais saudável. Não é tão difícil encontrar chocolates totalmente livres de leite de vaca e, melhor ainda, de baixa caloria. É possível comprar em grandes supermercados barras de chocolate e bombons light ou diet totalmente sem lactose. Ou ainda procure por marcas de chocolates e doces que utilizam leite de soja, em vez do leite de vaca.

Sorvete de soja é tão gostoso quanto o tradicional com leite
Ciaran Griffin/Stockbyte/Getty Images

Sorvete de soja

Ir a uma sorveteria fazendo a dieta livre de lactose não é tão difícil quanto parece. Difícil vai ser resistir à tentação de servir pouco na casquinha. O sorvete de soja é cada vez mais comum e pode ser encontrado em diversos sabores. Até pouco tempo atrás, existiam apenas os básicos e leves sorvetes de fruta, que levam apenas água e fruta batida na composição. Atualmente, já é possível consumir sorvetes cremosos e mais ricos em sabor com zero teor de lactose. Basta buscar nos rótulos os produtos feitos à base de leite de soja.

Evite o leite condensado e o creme de leite
Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images

Substitua o leite condensado e o creme de leite

Durante o período de dieta, procure substituir as sobremesas e pratos que levem leite condensado e creme de leite que, como o nome já diz, são feitos à base de leite de vaca altamente concentrado. Procure substituí-los por ingredientes mais saudáveis, como o leite condensado ou o creme de leite de soja ou arroz. Ou ainda, corte totalmente estes ingredientes: em vez de atacar o pudim de leite no buffet de restaurante, procure o sagu de vinho, a salada de frutas ou a gelatina sem creme. No restaurante italiano, troque o molho branco por molho de tomate.

Deixe de lado a caixa de bombons
Goodshoot RF/Goodshoot/Getty Images

Esqueça a caixa de bombons

Outro problema para quem quer manter uma dieta livre de laticínios está relacionado com os saborosos bombons de chocolate. São raras as caixas de bombons que trazem chocolate sem leite em sua composição. Quando oferecerem um bombom a você, elegantemente rejeite, pois apenas uma pequena porção pode desencadear os sintomas de intolerância à lactose. Se bater a vontade de comer doces, procure consumir uma barra de chocolate sem lactose cuja concentração de cacau costuma ser tão grande que sacia a vontade em seguida. Ou recorra a outras maneiras de enganar o desejo, como comer morango ou outras frutas com um pouco de açúcar.

Procure alternativas ao leite de vaca
Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Troque o leite de vaca pelo de soja

Se você faz questão de beber pelo menos um copo de leite todo dia pela manhã, saiba que existem alternativas igualmente saborosas. Que tal inserir o leite de soja em sua dieta? Vendido em praticamente todas as grandes redes de supermercados do Brasil, o leite de soja apresenta um leve gosto de baunilha ou é saborizado artificialmente com chocolate ou frutas. Outra opção, relativamente mais cara e mais rara de encontrar, é o leite de vaca processado. Trata-se de um leite especial manipulado em laboratório, onde se retira quimicamente a lactose presente em sua composição.

A alfarroba é um substituto do cacau
Thinkstock Images/Comstock/Getty Images

Conheça a alfarroba

A alfarroba é responsável por uma verdadeira revolução na dieta de quem não pode comer laticínios. Se você nunca ouviu falar desse fruto, procure experimentar hoje mesmo. Alfarroba é um fruto substituto do cacau que produz chocolates mais saudáveis, sem leite, sem cafeína e com muito menos açúcar. É uma opção saborosa e ao mesmo tempo muito mais saudável. No Brasil já existem à venda produtos industrializados feitos à base de alfarroba. É possível ainda encontrar o fruto preparado para produção de chocolate em feiras veganas ou locais de venda de produtos artesanais.