Dieta para mulheres gestantes após uma cirurgia gástrica de bypass

Escrito por charlotte mission | Traduzido por giovana moretti
Dieta para mulheres gestantes após uma cirurgia gástrica de bypass
A cirurgia para perda de peso pode ser benéfica antes de uma gravidez (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Acredita-se que a gravidez após a cirurgia para perda de peso seja responsável por complicações como o crescimento fetal restrito e hemorragias internas. Dados divulgados pela March of Dimes sugerem que uma vantagem da gestação após a cirurgia é que os bebês ficam protegidos contra as complicações da obesidade, como o diabetes gestacional ou a pressão arterial elevada. Outras pesquisas também sugerem que complicações no crescimento do feto e problemas nutricionais podem ser evitados se uma dieta favorável e um regime nutricional forem monitorados de perto.

Nutrição e dieta

De acordo com o website babymed.com, as chances de ter uma gravidez segura e saudável são aumentadas se você esperar pelo menos 12-18 meses após a cirurgia para engravidar. A nutrição e a dieta são temas que você deve discutir em profundidade e longamente com seu médico para determinar as necessidades específicas que possam existir, além das criadas pela cirurgia de bypass. Mulheres que se submeteram a esse procedimento cirúrgico devem tomar vitaminas pré-natal, além dos suplementos convencionais administrados no pós-operatório. Se você está tentando ter um filho, é aconselhável começar a tomar vitaminas pré-natal antes de engravidar. O ácido fólico, a vitamina A e a vitamina B12 são os suplementos mais importantes e devem ser tomados de forma consistente durante a gestação. Você também deve ter certeza de que está recebendo quantidades suficientes de cálcio, ferro e vitamina D. Mesmo se estiver tomando suplementos diários, é importante fazer uma dieta rica nessas vitaminas e minerais essenciais. Para garantir que você esteja recebendo ácido fólico e vitamina B12 suficientes, certifique-se de que sua dieta inclui pelo menos uma porção de carne magra ou ovos, além de leite ou iogurte. A melhor fonte de alimento para o ácido fólico e a vitamina B12 é a carne de fígado. Frutas e legumes devem ser o foco principal da dieta com ênfase em espinafre, couve e repolho crespo. Estas folhas verdes são uma excelente fonte de cálcio e ácido fólico. Sementes de linhaça, sementes de gergelim e laranjas também são ótimas fontes de cálcio. A vitamina D pode ser difícil de encontrar em alimentos, especialmente porque, quando grávidas, muitas mulheres são aconselhadas a evitar peixes, mas tomar uma colher de sopa de óleo de fígado de bacalhau a cada dois dias é uma ótima maneira de garantir o suprimento suficiente desta vitamina. Certifique-se de consultar seu médico antes de tomar esse óleo.

Ganho de peso

Muitas mulheres temem o ganho de peso depois de uma cirurgia gástrica de bypass, mas isso é absolutamente necessário para que o bebê cresça com saúde e atinja um peso seguro. É recomendado que as mulheres ganhem cerca de 9 a 11 kg durante a gestação; se isso não acontecer, é possível que o feto sofra anormalidades ou atraso no crescimento. É essencial seguir uma dieta rica em nutrientes, tomar suplementos e vitaminas diários e não tentar nenhuma dieta de perda de peso durante a gestação. Seguir essas diretrizes simples vai aumentar suas chances de ter uma gravidez saudável e livre de complicações depois de uma cirurgia gástrica de bypass.