Dietas para cistite intersticial

Escrito por laurie beebe, ms, rd, ld | Traduzido por márcia burke
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dietas para cistite intersticial
A dieta é importante para evitar dor (Jupiterimages/Creatas/Getty Images)

A cistite intersticial é uma condição dolorosa, caracterizada pela irritação da mucosa da bexiga. Os sintomas incluem dor, necessidade frequente de urinar e desconforto que pode irradiar através da pelve. A doença é mal compreendida, amplamente subdiagnosticada, e há poucos tratamentos padronizados que sejam consenso entre urologistas. Vários componentes da dieta parecem afetar os níveis de dor em pessoas que sofrem da condição e a eliminação desses alimentos pode trazer alívio em muitos casos.

Outras pessoas estão lendo

Evite alimentos ricos em potássio

O potássio irrita a mucosa da bexiga inflamada do paciente com cistite intersticial de tal maneira que a dor após uma infusão da substância na bexiga é utilizada para o diagnóstico da doença. Quando o potássio consumido através da dieta atinge a bexiga, isso também provoca dor. Alimentos ricos em potássio devem ser evitados. Estes incluem laranjas e outras frutas cítricas e sucos, assim como batatas, bananas, tomates, nozes e mel.

Evite alimentos ácidos

A bexiga inflamada é sensível à presença de ácido. Os alimentos que devem ser evitados incluem maçãs, damascos, pimenta, café, amoras, uvas, vinagre, tomates, pêssegos, abacaxi, ameixas secas ou frescas. Medicamentos antiácidos destinados a reduzir a acidez nas pessoas que sofrem de azia também funcionam bem para aliviar o mal-estar de pacientes com cistite intersticial. Tomar uma mistura de 1/4 de colher de chá bicarbonato de sódio com 200 ml de água ajudará a reduzir a quantidade de ácido que irá para a bexiga.

Evite alguns aminoácidos

Tirosina, tiramina, triptofano e aspartato devem ser evitados durante crises de cistite intersticial. Isso inclui alimentos envelhecidos, como iogurte, queijos, pães com fermento natural, vinho, cerveja e champanhe. O edulcorante artificial aspartame deve ser evitado. Outros alimentos nesta categoria incluem chocolate, picles, abacaxi, carne de porco, nozes, creme de leite, molho de soja, carne enlatada e frios. Uma boa estratégia é ter à mão a lista de alimentos que devem ser evitados, já que ela é difícil de memorizar uma vez que esses alimentos têm pouco em comum.

Evite a maioria das bebidas

A água é a melhor opção, e quanto mais água, melhor para diluir qualquer irritante da bexiga na urina. Bebidas que devem ser evitadas incluem as carbonatadas (refrigerantes, água com gás e cerveja), a maioria dos vinhos, café, chá e a maioria dos sucos. Para os bebedores de café, encontrar um de baixa acidez é um substituto aceitável. Para os bebedores de chá, os de ervas fracas que não contêm frutas agressoras podem ser tolerados. Os ponches de frutas feito com o suco de pera ou suco em pó são uma outra opção para tomar uma bebida saborosa.

A dieta da eliminação

À primeira vista, a ideia de se abster de uma grande variedade de alimentos pode parecer impensável, mas quando a dor se torna insuportável, é hora de experimentar a dieta. Primeiro, faça uma lista de alimentos permitidos. Coma somente estes durante três ou quatro dias, dando à bexiga algum tempo para cicatrizar. Esta lista deve incluir arroz, pão, peras, manga, leite, a maioria dos legumes, ovos, frango e carne moída. Leia atentamente os ingredientes de todos os alimentos processados ​​ou embalados para ter certeza de que eles não contêm substâncias irritantes como o sorbato de potássio ou adoçantes artificiais.

Quando a dor, a frequência e a vontade de urinar começarem a diminuir, adicione a cada dia apenas um ou dois alimentos novos à dieta. A sensibilidade para cada alimento varia de acordo com cada a pessoa. Mantenha um diário detalhado de quais os alimentos adicionados e qualquer agravamento dos sintomas. Lentamente, ao longo do tempo, muitos alimentos serão tolerados, especialmente em pequenas quantidades. Aprender quais os alimentos que podem ser consumidos sem provocar sintomas vai ajudar a pessoa com cistite intersticial a levar uma vida sem dor.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível