A diferença entre arquivos binários criptografados e ASCII

Escrito por j.t. barett | Traduzido por geissy de assis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A diferença entre arquivos binários criptografados e ASCII
Arquivos criptografados binários são ilegíveis sem o software certo (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

A compressão e criptografia de arquivos de computador são utilizadas para economizar espaço em disco e preservar a segurança de dados por décadas. A maioria dos documentos em seu disco rígido consistem em caracteres ASCII não criptografados, que são rápidos e fáceis de ler, embora sejam um pouco volumosos e não muito seguros. Você provavelmente também tem alguns arquivos binários criptografados, que ocupam menos espaço, mas necessitam de programas especiais para serem lidos.

Outras pessoas estão lendo

ASCII e binário

Na década de 60, organizações de padrões dos computadores desenvolveram o American Standard Code for Information Interchange (ASCII) para analisar números e letras familiares de bits binários de computadores. No ASCII, oito bits representam 129 caracteres, incluindo números, letras maiúsculas e minúsculas, pontuação e outros caracteres especiais. O padrão ajudou diferentes marcas e modelos de computadores a compartilhar e interpretar os dados.

Binários criptografados, por outro lado, são dados de caracteres ASCII transformados por processos matemáticos em um programa. Arquivos binários criptografados que são abertos com um programa ASCII padrão exibem apenas rabiscos. A informação ainda está no arquivo, mas deve passar por uma transformação inversa para ser compreendida.

Tamanho e velocidade

Arquivos binários criptografados são menores do que o ASCII equivalente em 50 por cento ou mais. Programas de criptografia também permitem que você compacte vários arquivos ASCII em um único arquivo binário, gerando mais economia de espaço. Se falta espaço em disco rígido, a criptografia de um documento ASCII para um arquivo binário, seguida da exclusão dos originais, libera espaço no disco.

Dá trabalho criptografar e descriptografar arquivos, logo transformá-los de ASCII para binário e vice-versa é mais lento do que simplesmente abrir e ler um documento ASCII original. Se você estiver criptografando apenas alguns arquivos, a perda de velocidade é pequena, mas se você tem centenas de megabytes de arquivos criptografados, decifrá-los pode levar muitos minutos.

Leitura

Porque ASCII é um estabelecido e bem reconhecido padrão de dados, a maioria dos programas de computador leem esses documentos sem problemas. Computadores fornecem ferramentas de busca padrão para vasculhar o conteúdo de milhares de arquivos ASCII em poucos segundos. Um programa pode ler um arquivo binário codificado só se conhecer os processos matemáticos, ou algoritmos, para decodificar o conteúdo. Caso contrário, o arquivo é ilegível.

Redundância

Arquivos ASCII ocupam mais espaço porque seus dados tem mais redundância. Por exemplo, uma elipse é uma sequência de três caracteres de pontos em uma fileira. Você pode se livrar de elipses no texto substituindo por um código mais curto em seu lugar, reduzindo a redundância e economizando espaço em disco. Uma série de truques matemáticos encurtam a redundância de arquivos ASCII, tornando-os menores. Se você depois pegar o arquivo binário criptografado e tentar encurtá-lo ainda mais, vai descobrir que, devido ao documento ter tão pouca redundância, o tamanho não vai diminuir.

Segurança

Um arquivo binário criptografado, especialmente um protegido com uma senha, é muito difícil de ser lido e muito mais seguro do que um documento ASCII original. Um arquivo binário não protegido por uma senha ainda é seguro, desde que o leitor não tenha o programa certo para lê-lo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível