Diferença entre cabeçotes amplificadores de 8 e 16 ohm

Escrito por peter syslo | Traduzido por eduardo horst maidana
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferença entre cabeçotes amplificadores de 8 e 16 ohm
Um cabeçote amplificador de guitarra faz conjunto com uma caixa acústica (NA/PhotoObjects.net/Getty Images)

Cabeçotes amplificadores de guitarra funcionam melhor quando conectadas à caixa acústica adequada. Um cabeçote amplificador geralmente contém duas ou mais entradas para conectar a caixa acústica, que são comumente rotuladas com 4, 8 ou 16 ohm — indicador da impedância ou resistência à eletricidade. Para obter a potência ideal de um cabeçote amplificador, a caixa acústica deve ter a mesma impedância das entradas.

Outras pessoas estão lendo

Impedância da caixa acústica

Em termos de amplificação, a impedância mede quanto os alto-falantes resistem ao sinal de guitarra amplificado. As impedâncias comuns de alto-falantes são de 2, 4, 8 e 16 ohm. Diferenças de poucos ohm tem um efeito dramático no comportamento do cabeçote amplificador. Para um amplificador com uma saída de 8 ohm, uma caixa acústica com impedância maior ou acima de 8 ohm faz com que menos potência seja gerada pelo amplificador. Ao contrário, uma caixa acústica com menos impedância, abaixo de 8 ohm, faz com que o amplificador gere menos potência.

Alto-falantes em série

Quando os alto-falantes são conectados em série, o terminal positivo de um é conectado ao negativo de outro, como baterias AA em uma lanterna. Nessa configuração, as impedâncias dos alto-falantes são somadas e a impedância total se torna mais do que a individual. Por exemplo, se uma caixa acústica de 8 ohm for conectada em série com outra igual, a impedância total do sistema será de 16 ohm. Isso significa que duas caixas acústicas de 8 ohm, conectadas em série, devem ser ligadas à saída de 16 ohm no cabeçote amplificador.

Alto-falantes em parelelo

Quando alto-falantes são conectados em paralelo, o terminal positivo de um alto-falante é conectado ao positivo de outro, e os negativos com os negativos. Nessa configuração, a impedância de um alto-falante é dividida pelo número total de alto-falantes. Por exemplo, se duas caixas acústicas de 16 ohm são conectadas em paralelo, a impedância total do sistema se torna 8 ohm, e não 32 ohm: 16 ohm por caixas / 2 caixas = 8 ohm. Isso significa que duas caixas de 16 ohm ligadas em paralelo devem ser conectadas à saída de 8 ohm no cabeçote amplificador.

Combinando alto-falantes com cabeçotes amplificadores

Se um cabeçote amplificador lista 100 watts de potência a 8 ohm, isso significa que ele foi projetado para gerar 100 watts de amplificação quando um alto-falante de 8 ohm estiver conectado. Uma diretriz é combinar ou manter a impedância mais alta do que a do cabeçote amplificador. Por exemplo, uma caixa acústica de 8 ohm é ideal para uma saída de 8 ohm, mas uma caixa de 16 ohm também irá funcionar. Se uma caixa acústica de 4 ohm estiver conectada à saída de 8 ohm, ela irá funcionar, mas muita potência, ou corrente, será gerada pelo amplificador. O uso extensivo da caixa de 4 ohm, nesse caso, poderá causar superaquecimento e pode danificar permanentemente o cabeçote amplificador.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível