Diferença entre conversores e inversores

Escrito por jamie wilson | Traduzido por pamela oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferença entre conversores e inversores
Inversores e conversores mudam as características da energia elétrica (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

Inversores, que convertem a corrente contínua da bateria de carro em corrente alternada usada por eletrodomésticos comuns, estão se tornando mais populares. Conversores, por sua vez, convertem a voltagem para um valor diferente. Eles são indispensáveis em viagens internacionais com seus eletrônicos. Tanto inversores quanto conversores transformam a energia elétrica inutilizável em uma fonte útil.

Outras pessoas estão lendo

Tipos de inversores

Se você está procurando um inversor para usar em seu carro para carregar pequenos eletrônicos móveis, qualquer inversor barato que ligue em um plugue para o acendedor de cigarros funcionará. Entretanto, existe um bom número de tipos diferentes de inversores.

Inversores de onda senoide modificada são os mais baratos e comuns. Na maior parte dos casos, um inversor desse tipo vai funcionar bem, alimentando ventiladores, eletrônicos com adaptadores e utensílios pequenos sem problemas. Entretanto, aparelhos de alta qualidade ligados diretamente em um desses inversores podem fazer barulho, aquecer demais ou ter problemas eletrônicos.

Inversores de onda senoide pura são os de maior qualidade, gerando uma energia de saída no nível da eletricidade padrão. Esses inversores são bons para aparelhos que usam muita energia, como impressoras a laser, fotocopiadoras e eletrodomésticos. Esses inversores mais caros vão funcionar com aparelhos mais sensíveis sem problemas.

Tipos de conversores

Existem dois tipos básicos de conversores: o conversor AC para DC e o conversor de voltagem. O conversor de AC para DC não é muito usado nos Estados Unidos, pois a maior parte dos aparelhos comprados são feitos para funcionar com corrente alternada de alguma forma. Contudo, os conversores de voltagem são muito úteis quando se usa aparelhos importados ou se viaja para outros países.

Nos Estados Unidos, as tomadas normalmente são de 110 V. Na Europa, normalmente são de 220 V, e em outros países varia mais ainda, chegando a até 240 V. Se você ligar um aparelho 220 V em uma tomada 110 V, irá, no mínimo, queimar um fusível; ligar um parelho 110 V em uma tomada 220 V pode gerar choques ou incêndios. Conversores de voltagem transformam uma voltagem em outra de forma segura, eliminado o risco.

Conversores de voltagem são chamados de conversores de redução de voltagem (de 220 V para 110 V), de aumento (de 110 V para 220 V) ou combinados. Conversores combinados funcionam tanto para aumento quanto para redução e também amenizam flutuações de tensão que poderiam danificar seu aparelho.

Além de conversores, viajantes podem precisar de adaptadores de plugue, pois o formato das tomadas varia de país para país e pode não encaixar no conversor. Adaptadores nunca devem ser usados como substitutos do conversores, pois eles só mudam o formato do plugue, não interferindo de nenhuma forma na eletricidade.

Qual usar

A escolha de um conversor ou inversor é bem simples: como são as saídas? Além disso, você precisa de um inversor ou conversor que proporcione energia suficiente para suprir suas necessidades. O jeito mais simples de determinar isso é somar a necessidade de energia em watts de todos os aparelhos que podem ser usados simultaneamente e comprar um inversor ou conversor que esteja um valor acima.

Inversores de mais de 400 watts devem ser ligados diretamente a uma bateria. Baterias de ciclo profundo são mais adequadas para esse nível de uso de energia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível