Qual a diferença entre um elemento e uma substância química?

Escrito por jennifer sobek | Traduzido por vanessa arnaud
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual a diferença entre um elemento e uma substância química?
Elementos e substâncias químicas não são a mesma coisa (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Um elemento consiste em um átomo com prótons, nêutrons e elétrons ao redor do núcleo. Uma substância química é composta por um ou mais diferentes elementos ligados um ao outro. Elementos e substâncias apresentam diversas diferenças entre si, como simplicidade, complexidade, símbolos e fórmulas.

Outras pessoas estão lendo

Simplicidade versus Complexidade

A principal diferença entre um elemento e uma substância é que um elemento é composto por um único átomo. O elemento não pode ser quebrado, pois já está na forma mais simples possível. Existem 118 elementos químicos conhecidos, cada um com um número atômico e um número de massas específicos. Por outro lado, diversos elementos podem se combinar, formando substâncias químicas complexas. Por exemplo, os elementos sódio, carbono, oxigênio e hidrogênio podem formar uma substância complexa chamada de percarbonato de sódio (também conhecida como carbonato de sódio peroxiidratado). O percarbonato de sódio é, na verdade, uma combinação entre as substâncias carbonato de sódio (Na2CO3) e peróxido de hidrogênio (3H2O2).

Símbolos e fórmulas

Elementos também diferem de substâncias na maneira como são representados por símbolos. Por exemplo, o elemento oxigênio é designado pela letra "O", o elemento nitrogênio é representado pela letra "N" e o potássio, pela letra "K". Entretanto, como substâncias químicas são uma mistura de dois ou mais elementos, uma fórmula específica é utilizada para representar todos os compostos químicos na molécula. Por exemplo, a substância cloreto de sódio (o sal de cozinha) é representado pela fórmula NaCl. O ácido úrico é uma substância mais complexa, e sua fórmula é C5H4N4O3.

Fator de distinção

Os elementos são caracterizados por seu número atômico. Por exemplo, o hidrogênio possui número atômico 1, o sódio possui número atômico 11, o alumínio, 13, e a prata, 47. As substâncias, por outro lado, são caracterizadas por suas ligações químicas. Por exemplo, o sal de cozinha é constituído com base em ligação iônica. Uma ligação iônica é aquela que se forma quando um átomo transfere um ou mais de seus elétrons para outro átomo.

Exemplo de ligação iônica

O sódio apresenta um elétron em sua camada mais externa, enquanto o cloro possui sete elétrons nesta camada. Desta forma, nenhum destes elementos é realmente estável. O sódio cede então seu elétron mais externo para o cloro, tornando-se um íon positivo. O cloro recebe um elétron e se torna um íon negativo. As cargas positiva e negativa são atraídas uma pela outra e se mantêm juntas pela natureza eletrostática dos dois elementos. Uma vez que a ligação é formada, cada elemento passa a apresentar oito elétrons em sua camada de valência, tornando-se mais estáveis.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível