Qual é a diferença entre esporos fúngicos e endósporos?

Escrito por donald miller | Traduzido por elisa lacerda de freitas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Talvez a diferença mais notável entre os esporos fúngicos e bacterianos seja o fato dos fungos serem classificados como pertencentes ao reino Fungi. Logo, eles apresentam o que os biólogos chamam de células eucariontes. Os endósporos, por outro lado, originam-se de bactérias, que são classificadas como seres constituídos de células procariontes. A diferença entre os dois tipos de células é um dos fundamentos da biologia. Em termos mais simples, a célula bacteriana é estruturalmente mais simples.

Outras pessoas estão lendo

Esporos fúngicos

A célula eucarionte, assim como aquelas que constituem os esporos fúngicos, comporta um complexo de estruturas celulares chamadas organelas, que realizam todos os tipos de funções celulares. Uma das organelas mais evidentes é o núcleo. O núcleo celular dos esporos fúngicos contém o DNA que permite o funcionamento e a reprodução da célula. Em contraste, nos esporos bacterianos, o DNA está relativamente disperso no citoplasma da célula.

Além do núcleo, a célula eucarionte dos esporos fúngicos possui organelas como o retículo endoplasmático, que é, basicamente, um labirinto de membranas em que muitos processos bioquímicos vitais para o organismo são efetuados. Em esporos fúngicos, o retículo endoplasmático está ligado ao envelope nuclear, uma membrana que envolve o núcleo da célula. Em endósporos, essa estrutura é inexistente.

Endósporos

Os endósporos não apresentam o nível de sofisticação celular presente em esporos fúngicos eucariontes. Outra distinção entre ambos, além da diferença fundamental entre seus tipos de célula, é o papel que desempenham no ciclo de vida dos respectivos organismos. Um endósporo é uma estrutura resistente que se forma no interior da célula de uma bactéria. Ao contrário dos esporos fúngicos, o endósporo é especialmente adaptado para resistir a condições ambientais adversas. Uma característica essencial dos esporos bacterianos é um composto chamado ácido dipicolínico. Esse composto, apesar de não ser predominante em esporos fúngicos, é instrumental na mediação da resistência dos endósporos a condições ambientais adversas.

Outras diferenças

Existem inúmeras outras diferenças entre os endósporos e os esporos fúngicos. É importante ressaltar que a maioria delas diz respeito à distinção fundamental entre células eucariontes e procariontes. Muitas outras organelas, além daquelas já descritas, estão presentes nos esporos fúngicos, mas ausentes nos endósporos, tais como uma estrutura chamada de complexo de Golgi e o nucléolo. O nucléolo é uma estrutura no núcleo das células eucariontes e atua na síntese de proteínas essenciais para a função celular. Os endósporos realizam muitas das mesmas funções vitais essenciais, mas sem os benefícios de possuir as organelas sofisticadas dos esporos fúngicos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível