A diferença entre formatos de Blu-ray MPEG-2 e AVCHD

Escrito por theodora pennypacker | Traduzido por marina villar
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A diferença entre formatos de Blu-ray MPEG-2 e AVCHD
Entenda um pouco mais sobre os diferentes formatos de vídeo (Photodisc/Photodisc/Getty Images)

O MPEG 2 e o AVCHD são ambos codecs que foram especialmente desenvolvidos para processar as faixas de vídeo em arquivos de vídeo digital. Embora sejam similares, existem algumas diferenças entre o método de compressão e implementação desses dois codecs. Mas para entender completamente as diferença entre as tecnologias, é útil discutir o processo básico através do qual os vídeos digitais são publicados.

Outras pessoas estão lendo

Compressão de vídeo

Todo vídeo digital é um produto de um processo especial conhecido como compressão. Durante a compressão, correntes como áudio e vídeo são escritas com os codecs. Um codec é um algoritmo que traduz a informação digital em um formato legível. Uma vez que o vídeo foi codificado, eles são subsequentemente unidos em um único arquivo através do uso de um recipiente multimídia. Já que os recipientes multimídia são sinônimos de suas extensões de arquivos, eles são alternativamente referidos como formatos de arquivos.

Desenvolvimento

O vídeo codec de MPEG-2 foi introduzido em 1994. Embora tenha sido atualizado desde que foi primeiramente lançado, o processo de codificação é ainda usado para publicar vídeos digitais que são gravados em DVDs. Um acrônimo para Codificação de Alta Definição Avançada para Vídeo, AVCHD foi co-desenvolvida pela Sony e Panasonic e lançada em 2006. Embora o algoritmo proprietário seja derivado da compressão padrão do MPEG-2, é especialmente feita para armazenar a informação do vídeo em resoluções de 720p e 1080p/1080i. Já que foi feito para suportar mídias de alta definição, o AVCHD é um formato usado para filmes em discos Blu-ray e sequências de gravação em câmeras HD.

Recipientes multimídia

Os vídeos digitais que são comprimidos com um codec de vídeo MPEG-2 são tipicamente armazenados em recipientes multimídia como MPG, VOB e TS. Embora os arquivos MPG sejam geralmente transmitidos através de downloads de vídeos digitais, os arquivos VOB e TS são geralmente armazenados em DVDs e são acessados através da pasta do disco chamada VIDEO_TS. Reciprocamente, os vídeos digitais que são comprimidos com AVCHD são distribuídos com ou um recipiente multimídia M2TS ou MTS. Embora os arquivos M2TS sejam armazenados em discos de Blu-ray, os arquivos MTS são gravados pelas câmera HD da Sony e Panasonic.

Softwares suportados

Um tocador de mídia é qualquer aplicação que pode abrir e tocar um áudio e vídeo digital. Embora todos os tocadores de mídia tenham a mesma funcionalidade básica, cada um deles suporta o retorno para diferentes gamas de formatos de mídia. Entretanto, existem muitas coincidências quando se trata de quais aplicações podem rodar vídeos digitais comprimidos em MPEG-2 e AVCHD. O tocador de mídia VLC é um tocador que roda arquivos VOB, TS, M2TS e MTS. E o tocador Windows Media suporta arquivos de MPG, VOB, M2TS e MTS.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível