Diferença entre gráfico de barras e gráfico de linhas

Escrito por charlie hankers | Traduzido por pamela oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferença entre gráfico de barras e gráfico de linhas
Gráficos de barras e de linhas apresentam dados de duas formas diferentes (graph bars image by Tomislav from Fotolia.com)

Gráficos e diagramas são formas úteis para representar estatísticas. Eles dão uma melhor noção de comparação entre estatísticas do que uma simples tabela com os valores. As duas formas mais comuns de gráfico são os gráficos de linhas e de barras.

Outras pessoas estão lendo

Os dois tipos de gráficos

Gráficos de linhas e de barras são representações visuais de estatísticas. Ambos apresentam dois eixos: o eixo x, horizontal, e o y, vertical. A convenção é para o eixo x representar o componente conhecido e o y o componente de medida. Ao longo de cada eixo, os itens e unidades medidas ficam escritas. Os dois tipos de gráficos precisam de títulos explicando o assunto do gráfico, incluindo as unidades utilizadas.

Gráficos de linha

Gráficos de linhas são usados para apresentar uma única variável contra uma série de quantidades conhecidas. Um bom exemplo seria um gráfico das variações de temperatura durante o tempo. Sempre que é feita a medida da temperatura com o termômetro, um ponto é marcado no gráfico no ponto onde se encontram o tempo da medida e seu valor, então uma medida de 33 graus depois de 60 segundos vai resultar em um ponto no cruzamento do 33 do eixo y com o 60 do eixo x. Ligando todos os pontos, a linha resultante vai mostrar uma inclinação ascendente ou descendente ao conectar os pontos (nesse exemplo, representará as tendências de aquecimento ou de resfriamento).

Diferença entre gráfico de barras e gráfico de linhas
Gráficos de linhas traçam tendências (laptop-graph isolated on black image by Olaru Radian-Alexandru from Fotolia.com)

Gráficos de barras

Gráficos de barras comparam duas ou mais variáveis mensuráveis. O eixo y normalmente vai representar uma quantidade, mas ao longo da parte inferior do gráfico, sob o eixo x, os itens considerados ficam escritos abaixo de cada barra. Um gráfico de barras pode ser feito para mostrar o número de garotos e garotas em uma sala de aula; nele haveria duas barras, uma chamada "garotos", a outra "garotas". Se forem 15 garotos e 12 garotas na classe, a coluna dos "garotos" vai chegar até o 15 do eixo y, a das "garotas" vai até o 12.

Diferença entre gráfico de barras e gráfico de linhas
Gráficos de barras comparam quantidades ou volumes (sales plinth green up text image by Nicemonkey from Fotolia.com)

Diferenças

Gráficos de linha são em teoria "infinitamente precisos"; isso é, depois dos pontos serem ligados, qualquer valor entre eles pode ser descoberto. Com um gráfico de barras, a medida de um determinado item pode ser observada pela sua barra.

Um gráfico de linhas mede uma propriedade e mudanças no seu valor usando uma medida básica consistente (por exemplo, flutuações de temperatura com o tempo, que continuam de forma relativamente consistente). Gráficos de barras medem e comparam múltiplas coisas, por exemplo, o número de laranjas, limões e limas, vendidos por uma companhia no mês de setembro.

Diferença entre gráfico de barras e gráfico de linhas
O tipo correto de gráfico deve ser escolhido (businessman and chart image by Kit Wai Chan from Fotolia.com)

Exemplo prático

Um sismograma é um exemplo de gráfico de linhas. Ele mede pequenos movimentos de crosta terrestre e grandes terremotos. Uma caneta fica constantemente desenhando uma linha no papel ligado a um lento tambor rotatório. Na maior parte do tempo, o sismógrafo mede pequenos movimentos, mas quando há um terremoto, a caneta se move violentamente e mede a alta magnitude.

A leitura simples do sismógrafo é um gráfico de linhas.

Usando os resultados do sismógrafo, um gráfico de barras pode ser plotado mostrando, por exemplo, o número de tremores por mês durante um ano.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível