Qual a diferença entre os graus ISO dos óleos?

Escrito por nicole martinez Google | Traduzido por marla maisonnett
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual a diferença entre os graus ISO dos óleos?
Os óleos utilizados em máquinas hidráulicas e para lubrificações têm um grau de viscosidade conforme estabelecido pela ISO (hydraulic machine control lever image by Heng kong Chen from Fotolia.com)

Máquinas industriais e até mesmo ferramentas manuais dependem de lubrificantes ou óleos para continuar a funcionar corretamente. Este material assegura que elas possam se movimentar livremente sem ficar sujeitas a danos. Hidráulicas geralmente usam fluídos minerais à base de óleo para transferir potência ou calor a elementos de várias máquinas, incluindo escavadoras. Talvez o uso mais comum de óleo hidráulico é o que os automóveis usam para frear (fluido de freio). Este fluido é um dos muitos aos quais se aplicam a escala ISO de viscosidade gradiente.

Outras pessoas estão lendo

Pano de fundo

A tabela de viscosidade da ISO (Organização internacional para padronização), ou ISO VG, é a taxa numérica da viscosidade dos óleos e lubrificantes conforme estabelecido por várias organizações em 1975. A ISO, American Society for Testing and Materials (ASTM), Society for Tribologists and Lubrication Engineers (STLE), British Standards Institute (BSI), e o Deutsches Institute for Normung (DIN) estabeleceram a ISO VG para ajudar a padronizar o mercado. Os distribuidores e fabricantes de lubrificantes e óleos, assim como os fabricantes de máquinas que usam lubrificantes, usam essa classificação nos trabalhos, pois ela descreve a resistência do material para fluir.

Significado

Conforme a viscosidade aumenta, também aumenta a densidade do material, pois uma densidade alta resulta em um óleo pouco provável a responder ao fluxo ou outro movimento. Assim, um óleo ou lubrificante com um grau de viscosidade de 220 é mais grosso e mais "sólido" que um óleo de grau 100 ou 68. O grau é uma medida literal da relação da viscosidade absoluta do óleo em centipoise (uma unidade de medida) à densidade, também conhecido como centistoke.

Graus

Desde sua origem em 1975, as organizações têm desenvolvido 20 gradientes de viscosidade para abarcar a variedade de óleos e lubrificantes que são comuns nas aplicações hidráulicas. O menor grau comum ISO é 32, e a escala vai até 220. Ela também inclui os graus 46, 68, 100 e 150.

Considerações

Devido a viscosidade do óleo e de outros líquidos depender da temperatura, o grau ISO é aplicável somente a uma temperatura específica. As bases dos graus ISO são calculadas quando o óleo está a uma temperatura de 40 °C, e aumentar ou diminuir a temperatura do material alterará a resistência do óleo ao movimento, como o fluxo. Por exemplo, aumentar a temperatura a 100 °C alterará o número de centistokes de um grau para apenas 5,4 centistokes, em comparação aos 32 centistokes em 40 °C. Nesta temperatura, o óleo está mais suscetível a ser afetado pelo fluxo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível