A diferença entre o método indutivo e o dedutivo

Escrito por lori corrigan | Traduzido por pamela oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A diferença entre o método indutivo e o dedutivo
O objetivo normalmente dita se será usada a metodologia indutiva ou dedutiva (Medioimages/Photodisc/Valueline/Getty Images)

As crenças filosóficas foram a base para o surgimento da metodologia contemporânea, com Platão apoiando o experimental e abstrato, e Aristóteles focando no concreto e sistemático. Formados a partir de dois pontos de vista de culturas diversas, esse elementos definidores serviram para estabelecer as grandes variações dos métodos de se chegar a conclusões por dedução ou indução.

Outras pessoas estão lendo

Visão geral

O componente observacional do pensamento indutivo se relaciona com a natureza do pensamento crítico, o que representa a abordagem analítica para a compreensão de um conceito particular. Fazer perguntas é um componente básico do pensamento crítico. O pensamento dedutivo, por outro lado, requer que a validade de uma conclusão seja verificada por uma afirmação. Fazendo isso, a perspectiva da pessoa pode influenciar a validade da inferência lógica. Portanto, a indução parte do específico para o geral, de acordo com a Naked Science Society, enquanto a dedução parte do geral para o específico.

Metodologia qualitativa

Pesquisas qualitativas usam observações e/ou entrevistas para coletar dados e gerar hipóteses. Essas inferências do pensamento indutivo fundamentam a força da metodologia qualitativa, que está em sua validade ou proximidade da verdade. Uma boa pesquisa qualitativa usa uma grande quantidade de métodos de coleta de dados de forma a alcançar uma boa profundidade no assunto em vez de apenas chegar à superfície dos fatos, de acordo com William M.K. Trochim. Os benefícios de ser um pensador (indutivo) crítico incluem dissecar um pensamento, situação ou conceito em particular depois remontá-lo para tomar uma decisão efetiva.

Metodologia quantitativa

A pesquisa quantitativa envolve uma hipótese baseada em ideias, dados obtidos por medições e uma conclusão deduzida. Trochim observa que esse método proporciona uma análise muito mais ampla, porque não há um foco específico inerente à abordagem dedutiva. A força de uma abordagem quantitativa está na confiabilidade ou repetibilidade do padrão: as mesmas medições devem ter os mesmos resultados em virtude da fórmula do se/então (por exemplo, se você não for ao trabalho, então não será pago).

Educação

Compensando objetivos acadêmicos fundamentais (dedutivos) com artísticos (indutivos) é um bom modo de combater a apatia no ambiente de aprendizado, de acordo com Randy Seligmann. É por isso que música, pintura a dedo e narração de histórias são tão importantes para as crianças que estão aprendendo aritmética e o alfabeto. Usar apenas métodos dedutivos como estratégia de ensino, restringe as oportunidades de uma educação completa; a incorporação de métodos empíricos oferece um paralelo complementar entre os dois métodos, como é dito na página da internet do Landmark College.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível