×
Loading ...

A diferença entre os peixes beta macho e fêmea

Atualizado em 21 novembro, 2016

Os peixes beta são animais comuns em aquários e valorizados por sua beleza. É fácil determinar o sexo da maioria desses peixes adultos, apesar das diferenças entre os peixes mais jovens serem menos visíveis. Além das variações físicas, existem as comportamentais que podem ser usadas para distinguir os machos das fêmeas.

Saiba as diferenças entre os peixes beta macho e fêmea (Flickr; olya: CC-NC-ND; Flickr; Scott Kinmartin: CC-NC-ND)

Descrição

Os peixes beta são encontrados em uma variedade de cores e formatos de cauda. O beta selvagem é, normalmente, marrom-esverdeado ou cinza para ajudar na camuflagem, apesar de que esses peixes em cativeiro ajudaram os criadores a projetar animais mais vívidos e coloridos. Os adultos variam entre 5 e 6 cm de tamanho.

Loading...

Aparência do macho

O peixe beta macho e adulto é facilmente distinguível por causa de suas barbatanas longas, de duas a quatro vezes maiores que a das fêmeas. Embora essas barbatanas sejam mais curtas na adolescência, a barbatana afinada anal indica um macho. De forma geral, os machos são mais alongados e menos largos que as fêmeas. Suas cores tendem a ser mais vivas e mais diversas também. Eles têm uma membrana debaixo da cobertura branquial, às vezes chamada de "barba", que é exibida quando aberta, mas ainda visível quando fechada.

Aparência da fêmea

A fêmea beta adulta é facilmente distinguida por sua barbatana curta. Todas possuem manchas, pequenas e brancas, localizadas no abdômen, entre o ventre e as barbatanas anais. Ocasionalmente, os machos adolescentes apresentam essas manchas também, carregando-as para a maturidade. As fêmeas têm uma membrana similar à barba do macho, mas ela não é visível quando fechada. Atualmente, a beta fêmea é criada para ter barbatanas mais longas e com mais variações de cor, tornando a sexagem mais difícil.

Comportamentos

O macho beta faz ninhos de bolhas, para proteger os ovos, antes do acasalamento, enquanto as fêmeas não. Eles balançam suas "barbas" para intimidar os outros peixes, apesar de que as fêmeas mais agressivas exibem um comportamento similar. Os machos são territoriais e não tolerarão a presença de outros peixes. Eles são conhecidos por balançar a "barba" para seu próprio reflexo.

Reprodução

A reprodução do beta é melhor quando ocorre o quanto antes, entre seis meses e um ano de idade. A fêmea deve ser pequena o suficiente para permitir que o macho se enrole ao redor do corpo dela. Uma vez que os ovos são postos, o macho assume total responsabilidade reunindo-os na boca e depositando no ninho de bolhas. Depois que os ovos estão no local correto, a fêmea deve ser removida do aquário, já que o macho poderá reconhecê-la como uma ameaça aos ovos e atacá-la.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...