Diferenças entre o ácido glicólico e a glicerina

Escrito por patricia woodside | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre o ácido glicólico e a glicerina
O ácido glicólico é usado em produtos de cuidado com a pele, enquanto que a glicerina pode ser encontrada em sabonetes (Jupiterimages/Pixland/Getty Images)

O ácido glicólico, também conhecido como ácido hidroxiacético, é um tipo de ácido alfa hidroxila. Ele é um composto versátil usado em produtos que incluem desde cosméticos até produtos de limpeza. As mais simples dos ácidos alfa hidroxila, as moléculas orgânicas pequenas de ácido glicólico contêm tanto as propriedades acídicas como alcoólicas. A glicerina pura é, na verdade, glicerol, um álcool. A glicerina se refere à versão comercial impura do glicerol.

Outras pessoas estão lendo

Fontes naturais

O ácido glicólico é encontrado naturalmente em uvas, beterrabas, outras frutas e na cana de açúcar, sendo ele um composto não inflamável. A glicerina é encontrada naturalmente em banhas e é extraída da gordura utilizada na fabricação de sabão.

Odor e toxicidade

O ácido glicólico tem odor insignificante e baixa toxicidade. A glicerina pura não tem cheiro algum e não é tóxica, tendo um sabor doce. Já a glicerina bruta, o subproduto da produção do biodiesel possui odor e é tóxica.

Solubilidade

O glicerol é solúvel em água, deixando pouco resíduo quando enxaguado. Ele se dissolve facilmente e é um líquido flexível na fabricação, devido à sua baixa concentração de sal.

A glicerina se dissolve na água ou no álcool, mas ela não se dissolve em óleos. Ela também é um solvente, já que certas substâncias se dissociam mais rapidamente na glicerina que em álcool ou água.

Usos industriais

O ácido glicólico industrial é usado em produtos de limpeza para superfícies rígidas, de metal, de concreto, em caldeiras e em equipamentos de laticínios e alimentos. Ele também é usado em tinturas têxteis, na fabricação da indústria química, no refinamento de petróleo e na produção de placas de circuito impresso.

Anos atrás, a glicerina era utilizada na produção de dinamite. Ela também tem sido usada para lubrificar moldes, como um agente anticongelamento para macacos hidráulicos, ingrediente de tintas de impressão e para preservar espécies científicas.

Usos cosméticos

Nos últimos anos, os produtos dermatológicos contendo alfa hidroxila têm se tornado mais populares. Uma classe de cosméticos utiliza ácido glicólico por sua habilidade de desprender as células mortas e renovar a aparência da pele. O ácido glicólico também reduz a quantidade de oleosidade na pele, o que ajuda na remoção de pontos pretos e outras impurezas, podendo ajudar a estimular a produção de colágeno na derme, a camada da pele localizada logo abaixo da epiderme.

A glicerina pura pode causar bolhas, mas quando diluída em água, ele age como um agente amaciante. Também pode ser usada como base para loções e para fabricar sabonetes puros, que se dissolvem rapidamente na água.

Usos medicinais e alimentícios

O glicerol é, às vezes, usado como laxante. Seu alto teor de água leva ao amolecimento das fezes. Ele também pode ser usado como um agente oftálmico,para reduzir a pressão ocular antes de uma cirurgia no olho.

A glicerina é usada em conservantes de frutas, em doces e em bolos. Ela também pode ser usada com segurança em xaropes de acetaminofeno e para tosse.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível