×
Loading ...

Diferenças entre bicúbico e bilinear

Atualizado em 17 abril, 2017

Os bitmaps, ao contrário dos gráficos vetoriais, não fornecem dados suficientes para redimensionar uma imagem consideravelmente. Se você tentar aumentar a imagem, serão necessários mais dados do que os pixels gravados originalmente. Para contornar esse problema, o redimensionamento de imagem usa uma técnica conhecida como "interpolação", tentando "adivinhar" os pixels que faltam com base nos valores dos componentes vizinhos. Duas técnicas de interpolação, a bicúbica e a bilinear, são especialmente comuns no processamento da imagem.

A interpolação é usada frequentemente em fotografias digitais para redimensionar imagens (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Bicúbico e bilinear

A interpolação bilinear é uma técnica relativamente simples, não muito mais complicada do que a interpolação do "vizinho mais próximo", onde lacunas de pixels são preenchidas simplesmente copiando pixels adjacentes. Para cada pixel "em falta" (os pixels que precisam ser criados para expandir a imagem), o método bilinear usa os quatro pontos que estão mais próximos dos cantos diagonais e tira a média de seus valores para produzir o pixel central. A interpolação bicúbica, por sua vez, não usa só os quatro pixels da diagonal mais próximos, mas os seus pontos mais próximos também, totalizando 16 pixels.

Loading...

Vantagens da interpolação bicúbica

Já que qualquer método de interpolação depende da criação de novos dados, qualquer imagem redimensionada é igualmente fiel entre as técnicas de interpolação em termos de conteúdo bruto da informação. A diferença principalmente está na forma que a imagem é percebida pelo espectador e, uma vez que a interpolação bicúbica usa mais dados, seus resultados são geralmente mais regulares. Esse método cria curvas mais regulares do que a interpolação bilinear, com menor ocorrência de "artefatos", ou pixels que se destacam deteriorando visivelmente a qualidade da imagem.

Velocidade computacional

O aumento da regularidade da interpolação bicúbica tem um custo substancial em termos de tempo de processamento. Os algoritmos e as fórmulas utilizadas para o método bicúbico são muito mais complexos. Assim, enquanto a interpolação bilinear é bastante rápida, sendo, inclusive, só um pouco mais lenta do que o "cálculo dos vizinhos mais próximos", a interpolação bicúbica é mais lenta, às vezes, pela magnitude. Isso faz com que esse método seja menos desejável em situações onde a velocidade é essencial ou a regularidade da imagem final não é muito importante.

Aplicações

Quando você precisa aumentar o tamanho de uma imagem e o tempo a se gastar nessa tarefa não tem importância, a interpolação bicúbica oferece resultados mais regulares, nos quais se pode notar uma qualidade mais alta. No entanto, o fato de que esse método usa pixels adicionais pode ser uma desvantagem quando a imagem está sendo reduzida ao invés de alargada, uma vez que nesse caso mais pixels são descartados ou alterados. Nestes casos, o número relativamente menor de pixels utilizados pelo método bilinear pode produzir resultados mais agradáveis, com menos defeitos.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...