Diferenças entre os cães boxers americano e alemão

Escrito por jane meggitt Google | Traduzido por maria renata c. m. siqueira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre os cães boxers americano e alemão
Os soldados que voltaram da Segunda Guerra Mundial popularizaram os boxers nos Estados Unidos (The Boxer image by E.REVELES from Fotolia.com)

Os boxers ficaram populares depois da Segunda Guerra Mundial, quando os soldados trouxeram alguns ao retornarem para suas casas. Eles surgiram a partir do cruzamento do bulldog inglês com os extintos bullenbeisers. São cães de porte médio e, segundo as estatísticas do American Kennel Club de 2009, é a sexta raça mais popular nos Estados Unidos. O nome foi dado porque, normalmente, usa suas patas dianteiras para brincar ou brigar, parecendo com um boxeador.

Outras pessoas estão lendo

Aparência

Os boxers são cachorros de porte médio. Um alemão macho cresce entre 66 cm e 71 cm, pesando entre 30 kg e 38 kg, enquanto a fêmea atinge no máximo entre 60 cm e 66 cm e pesam entre 27 kg e 38 kg. Os boxer americanos são menores: os machos medem entre 58 cm e 63 cm de altura e as fêmeas entre 54 cm e 60 cm. As duas raças têm o pelo pardo ou amarelo torrado. Aqueles que têm marcas brancas em sua pelagem são considerados vistosos, mas um número excessivo dessas (mais de um terço da pelagem), gera desqualificação do cão. Os boxers branco têm mais propensão a queimadura solares, câncer de pele e outras doenças relacionadas. Além disso, eles podem perder a audição com o tempo. A mandíbula inferior é um pouco mais pesada do que a superior e se projeta levemente para frente. Eles têm peitos grandes e crânios largos.

Temperamento

Os boxers são normalmente usados como cães de guarda, mas as duas raças são muito brincalhonas e enérgicas, o que as torna também cão de família. Eles são pacientes com as crianças, apesar de poder machucá-las acidentalmente devido a sua exuberância. Mesmo sendo amigáveis, essa raça não costuma lidar bem com cachorros menores e gatos. Eles naturalmente desconfiam de estranhos, mas se mostram amigáveis quando se aproximam genuinamente. Eles necessitam de um treinamento de obediência estrita desde pequenos, antes que se tornem incontroláveis.

Dieta

Diferente de muitos cachorros, os boxers não têm capacidade de autocontrole quando se trata de comida. Ambas as raças sofrem de uma displasia no quadril e, para balancear isso, os donos devem alimentar seus cachorros com rações formuladas para raças grandes, apesar de eles serem considerados médios. Como todos os animais, eles precisam de água fresca disponível todo o tempo.

Exercício

Acredita-se que o boxer alemão é descendente de um tipo de cachorro lutador tibetano. Apesar de a sua reputação de força e selvageria diminuírem, eles são conhecidos por serem gentis e amigáveis se não forem provocados, mas ainda são enérgicos e precisam de longas caminhadas diárias. Caso contrário, eles se tornarão agitados e destrutivos, o que é frustrante e caro para os donos. Os boxers não são adequados para viver em apartamentos. Em sua moradia, deve ter um quintal bem cercado, assim tem espaço para se exercitar quando deixados sozinhos.

Funções

Como dito anteriormente, os boxers são ótimos cães de guarda. Os alemães são normalmente usados como polícias de acompanhamento K9 e, como uma medida de segurança extra, voltando ao seu uso original como cães de guerra. Apesar de os boxers americanos poderem e serem usados como cães de segurança, eles são normalmente animais de família, já que são brincalhões, têm um jeito de filhote ainda que adultos e um temperamento mais teimoso e desobediente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível