As diferenças entre crânios humanos e crânios de chimpanzé

Escrito por mike goldstein | Traduzido por lynn blanch
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As diferenças entre crânios humanos e crânios de chimpanzé
A grande espécie de macacos conhecida como chimpanzé é o nosso parente mais próximo (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Humanos e chimpanzés compartilham 96 por cento dos mesmos genomas. Isso faz sentido porque eles são os nossos parentes vivos mais próximos. No entanto, dentro de quatro por cento do nosso genoma que não é compartilhado reside os DNA de nossas nítidas diferenças. Um exemplo destas pode ser encontrado nas diferenças entre crânios humanos e de chimpanzés. Apesar de terem semelhanças definidas, como todos os crânios, há também algumas diferenças claras.

Outras pessoas estão lendo

Caixa craniana e órbitas oculares

A caixa craniana do ser humano é significativamente maior do que a de um chimpanzé. Isto é devido ao tamanho do cérebro humano, que é de três a quatro vezes maior do que o do chimpanzé. Isso requer uma cavidade craniana maior, que se projeta para a frente sobre as órbitas oculares. O crânio menor no chimpanzé é rebaixado para trás das órbitas oculares. Um cérebro maior também causa alterações em outras partes da arquitetura do esqueleto. Apesar das diferenças no tamanho, a espessura do crânio no interior da cavidade craniana não difere significativamente entre as duas espécies.

Forame Magnum ou buraco occipital

Forame Magnum é uma palavra em latim que significa “grande buraco”. O forame é a abertura na parte inferior do crânio através da qual a coluna vertebral passa para entrar no canal medular. Esta abertura nos seres humanos está localizada no centro da parte inferior do crânio, enquanto que no chimpanzé ela está na parte traseira inferior do crânio. Esse posicionamento mais para a frente do buraco occipital humano está ligada à nossa postura ereta. O chimpanzé tem uma postura inclinada com a cabeça pendurada para a frente, inclinando sua medula espinhal para trás.

Crista occipital e postura

A parte de trás do crânio humano é redonda e lisa. O crânio do chimpanzé tem uma crista óssea no osso occipital. Anexados a este osso estão os maiores músculos do pescoço do chimpanzé, que suportam a sua pesada cabeça quase que pendurada .Nossa postura vertical está relacionada com o buraco occipital mais centralizado, isto requer músculos bem menores e torna desnecessária a protuberância occipital.

Mandíbula

O cérebro humano, por ser maior, necessita de um crânio maior. Isto, adicionado a uma mandíbula relativamente recuada, resulta em uma face achatada se comparada com o crânio do chimpanzé, que se inclina para fora e para baixo, dando saliência a uma espessa mandíbula. Além disso, o chimpanzé tem dentes caninos muito maiores do que os humanos. Embora a cavidade craniana não seja significativamente mais espessa em qualquer das espécies, a mandíbula do chimpanzé é muito mais pesada e espessa que a dos seres humanos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível