Diferenças entre desenhar à mão livre e desenhar com o auxílio do programa CAD

Escrito por jagg xaxx | Traduzido por anderson gandor
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre desenhar à mão livre e desenhar com o auxílio do programa CAD
A mão humana detém habilidades que o CAD não comporta (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

O desenho à mão livre é uma tradição tão antiga que desaparece pré-história adentro. Enquanto isto, o desenho com o CAD (Computer Aided Design - Design com auxílio do computador), era desconhecido até cerca de 50 anos atrás. Cada um destes métodos de criação de imagem visual tem suas vantagens e desvantagens. O artista irá compreender qual técnica é mais adequada em diferentes condições criativas.

Outras pessoas estão lendo

Repetição

Particularmente no caso do desenho arquitetônico, a repetição de componentes idênticos algumas vezes é necessária. A tecnologia CAD é mais apropriada para este tipo de atividade do que o desenho à mão livre. Utilizando um programa CAD, o artista ou designer consegue criar uma única janela, por exemplo, e então, selecioná-la com o mouse e replicá-la quantas vezes forem necessárias. Esta qualidade de repetição não seria necessariamente um esforço em algumas atividades artísticas; no entanto, é definitivamente adequada ao desenho mecânico.

Precisão

O desenho de edifícios, máquinas e outros componentes técnicos requer extrema precisão, algumas vezes ao centésimo de milímetro. Conseguir este nível de exatidão enquanto se desenha à mão livre é difícil e exaustivo. A tecnologia CAD realiza isto de maneira simples, através do ajuste do nível de precisão na grade do arquivo em que você está trabalhando. Você pode configurar programas CAD para que as linhas desenhadas sejam posicionadas na linha da grade mais próxima, resultando em medidas perfeitamente precisas. Em aplicações de alta tecnologia, o programa CAD é alimentado diretamente em um dispositivo de produção como um roteador CNC, descartando qualquer risco de erro humano no processo de manufatura.

Emoção

No domínio da emoção e da expressão, o CAD perde sua força para o toque da mão humana. Apesar da incapacidade de duplicar elementos instantaneamente ou desenhar à perfeição de um centésimo de milímetro, a mão de um artista pode criar trabalhos com uma emoção que está além da capacidade das máquinas. Representações convincentes das linhas tremeluzentes de uma árvore em crescimento ou a curva suave de um quadril feminino dependem dos olhos e mãos de um artista, e da consciência que conecta os dois. A complexidade e imperfeição humana que residem no artista e que representam uma desvantagem no campo da exatidão técnica são exatamente o que criam o mistério artístico que vai além do domínio de um computador.

Acaso

Beleza e inovação são geralmente resultados de eventos que são, originalmente, vistos como erros. A descoberta acidental, mas fortuita, de algo maravilhoso é conhecida como acaso. No mundo perfeito e linear de um computador, o acaso é virtualmente impossível. A perfeição binária do computador leva à esterilidade na ausência de evolução criativa. O desenho à mão livre, praticado por um artista talentoso, sensível e consciente, permanece sujeito ao imprevisível sabor do destino. Esta mão detém a habilidade de cometer erros e, consequentemente, de descobrir o inesperado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível