Diferenças entre lentes de contato descartáveis e permanentes

Escrito por neal litherland | Traduzido por luisa damulakis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre lentes de contato descartáveis e permanentes
Como saber qual tipo de lentes de contato é o melhor (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

As pessoas que possuem distúrbios visuais e não querem usar óculos optam por lentes de contato há décadas. Entretanto, sempre surgem novos debates sobre qual tipo de lentes é o melhor – as descartáveis ou as permanentes.

Outras pessoas estão lendo

Validade

As lentes de contato descartáveis devem ser jogadas fora e substituídas a cada duas semanas ou em até menos tempo. As lentes permanentes só precisam ser substituídas após seis meses.

Resíduos

Por quanto mais tempo uma pessoa usar um determinado par de lentes, maiores são as chances de que as substâncias presentes nas lágrimas fiquem acumuladas nas lentes e acabem deixando-as pouco confortáveis. Por essa perspectiva, as lentes descartáveis são uma opção melhor.

Prescrição

Certas prescrições de graus só podem ser desenvolvidas em lentes permanentes, fazendo com que esta seja a única opção para algumas pessoas que não queiram usar óculos.

Custo

As lentes permanentes inicialmente parecem mais caras do que as descartáveis, mas com o tempo, as lentes descartáveis acabam saindo mais caro. Fatores como receita do grau, fornecedor de lentes e quais produtos são usados ou não irão influir nos gastos de quem usa lentes.

Manutenção

As lentes permanentes precisam ser colocadas em soluções de limpeza para ajudar a eliminar resíduos e prolongar seu tempo útil. Já as lentes descartáveis diminuem ou até mesmo dispensam essa necessidade.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível