Mais
×

Diferenças entre litografia e serigrafia

Litografias e serigrafias são dois tipos de gravura. No entanto, embora existam muitos métodos utilizados para criar gravuras, essas duas técnicas não só se destacam das demais como são diferentes uma da outra. Ambas oferecem a colecionadores de arte a oportunidade de coletar obras de artes dos seus artistas favoritos a um custo menor.

Colecionadores de arte podem colecionar litografias e serigrafias a um preço menor (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

Fundo

Muitas técnicas de gravura trabalham no princípio do alto/baixo relevo. Por exemplo, na xilogravura, a madeira é esculpida e, em seguida, a tinta é aplicada aos altos relevos deixados na escultura. O papel é, então, colocado sobre a xilogravura. As porções mais elevadas são as que marcam o papel, da mesma forma que apenas algumas partes dos pés descalços -- as partes mais baixas e não os arcos -- deixam a marca do pé na areia. No entanto, litografias e serigrafias funcionam de maneira um pouco diferente.

Litografia

De acordo com o site "Art.com", litografias são "criadas usando uma técnica de impressão com base no princípio de que água e óleo não se misturam". A imagem é feita em uma pedra ou um pedaço de alumínio com uma tinta ou lápis de cera à base de óleo. A água é adicionada aos lugares que não são cobertos com a substância oleosa. Uma tinta oleosa é, então, aplicada a toda a área da superfície. Ela adere somente às porções que foram cobertas com o produto químico oleoso. As outras partes, que não foram criadas usando essa tinta ou lápis de cera, irão repelir a tinta. Alguns dos trabalhos do artista americano Thomas Kinkade são reproduzidos utilizando litografia.

Serigrafia

Na serigrafia, como os produtos químicos nas tintas costumavam corroer a seda, as pessoas usam outros materiais como o poliéster, náilon ou malha de aço para fazer a tela. Esse processo funciona segundo o princípio do estêncil. A malha é esticada, em seguida, algumas porções são cobertas e tinta é passada sobre ela de forma que apenas essas porções permaneçam descobertas. Muitos fabricantes de camisas usam essa técnica para imprimir estampas, sendo ela também usada na impressão de belas artes.

Importância

Ambos os métodos oferecem a um artista a capacidade de reproduzir várias cópias de uma imagem. No entanto, de acordo com os site "Art.com", uma quantidade de diferentes telas deve ser usada para criar impressões serigráficas coloridas. Por causa disso, essas obras são consideradas estampas de alta qualidade.

Considerações

Cada uma dessas técnicas de impressão oferece aos colecionadores a chance de coletar e obter as obras de arte que não poderiam pagar de outra forma. No entanto, quando muitas peças são assinadas e numeradas pelo artista, seu valor aumenta conforme o tempo passa, mesmo que não sejam originais.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article