As diferenças entre mitos e fábulas

Escrito por kristyn hammond Google | Traduzido por raquel l. pontes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As diferenças entre mitos e fábulas
Mitos e fábulas falam a diferentes idades, transmitindo ideais morais ao mundo (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Mitos e fábulas são técnicas de contar histórias que são utilizadas para educar, informar e ilustrar ideais e um leitor ou público. Cada uma tem suas próprias qualidades únicas, como as qualidades históricas do mito ou a natureza imaginária de animais em fábulas. Ambas podem ilustrar ideais morais e crenças culturais, mas cada uma fala a um público muito distinto: fábulas falam a crianças sobre o mundo e mitos falam a leitores mais velhos.

Outras pessoas estão lendo

Propósito básico

O propósito da fábula é ilustrar uma moral ideal básica para um leitor de maneira memorável e interessante. Alternativamente, um mito pode ter múltiplos propósitos que vão desde uma explicação de uma observação ou a razão por trás de um ideal moral ou uma demonstração ou crítica de um evento histórico. Mitos muitas vezes são mais elaborados, cobrindo uma gama maior de tópicos e possuindo uma qualidade didática ou propósito específico além do óbvio de contar uma história, que requer alguma análise textual do leitor para compreendê-la.

Personagens

Personagens em uma fábula são ou animais com alguma habilidade de pensar e falar como humanos ou crianças. Dentro da fábula, eles são confrontados com um desafio que encaram com os meios dos quais dispõe. Como um exemplo, a fábula popular da tartaruga que aposta uma corrida com uma lebre, na qual a tartaruga vence porque é determinada e consistente, usa dois animais como personagens. Os mitos apresentam adultos em situações anormais nas quais eles precisam confrontar um desafio que é muitas vezes impossível ou improvável. Por exemplo, o mito de Perseu e a Medusa apresenta o herói grego Perseu que foi responsável pelo confronto e derrota da invencível Medusa para salvar a Grécia.

Maturidade

Fábulas são feitas para serem lidas por crianças e para elas, como um meio de ensiná-las morais básicas. As fábulas falam sobre temas simples, como "lento e firme vence a corrida" ou "durante os tempos de abundância, prepare-se para os tempos de necessidade". Todas as fábulas possuem uma moral curta e específica, que fala sobre as necessidades únicas das crianças a medida em que ela crescem e amadurecem. Os mitos podem variar de histórias apropriadas para crianças a histórias apropriadas apenas para adultos. Os mitos podem ser usados para explicar vários temas, desde a sexualidade até as formações religiosas.

Contexto

Fábulas podem ocorrer em qualquer cenário que um leitor pode entender, muitas vezes usando elementos naturais como um formigueiro ou toca de coelho. As fábulas não estão restritas a lugares que realmente existem, contanto que o leitor seja capaz de imaginar que esses locais existem. Os mitos estão enraizados em locais existentes, ou em uma percepção deles. A história de Perseu, por exemplo, começa na Grécia algumas centenas de anos antes de ter sido escrita. Leitores gregos têm sido capazes de compreender e conceitualizar a existência de uma Grécia antiga. Desses começos, os mitos podem se mover para cenários mais fantásticos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível