Diferenças entre o monometionina de zinco e picolinato de zinco

Escrito por kimm hunt | Traduzido por eduardo horst maidana
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre o monometionina de zinco e picolinato de zinco
O zinco é encontrado em todas as células do corpo humano (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Tanto a monometionina de zinco quanto o picolinato de zinco são formas bio-disponíveis do mineral zinco, significando que elas podem ser absorvidas no intestino e usadas pelas células do corpo. Ambas as formas são queladas, ou seja, o átomo de zinco está ligado à outra molécula. Existem algumas evidências de que o zinco quelado pode passar mais facilmente através da parede intestinal e possui melhor absorção. A principal diferença entre a monometionina de zinco e o picolinato de zinco é o tipo de quelação que cada molécula contém.

Outras pessoas estão lendo

Papel do zinco no corpo

O zinco é um mineral essencial, ou seja, requerido na dieta, e é absorvido no intestino grosso e distribuído para todas as células do corpo. Ele é um catalisador essencial em muitas das inúmeras reações bioquímicas do corpo. Esse mineral é também componente estrutural de membranas e proteínas celulares. O zinco também possui um importante papel no sistema imunológico, é um antioxidante e protege as células de danos dos radicais livres.

Diferenças entre o monometionina de zinco e picolinato de zinco
O zinco é um fator de transcrição de DNA, que regula a expressão gênica (Comstock/Comstock/Getty Images)

Condições médicas tratadas com zinco

De acordo os Institutos Nacionais de Saúde americanos, o zinco pode ajudar na melhora das seguintes condições médicas:

Resfriados comuns (pastilhas) Acne (preparações tópicas e suplementos) Osteoporose (suplementos) Úlceras de estômago (suplementos) Herpes simplex (preparações tópicas) Formação de tártaro nos dentes (em creme dental) Gengivite (em bochechos) Degeneração macular senil (suplementos)

De acordo com o Linus Pauling Institute, suplementos de zinco podem ajudar a melhor condições médicas que são complicadas por uma deficiência de zinco:

Deficit de crescimento em crianças Diabetes HIV/AIDS(SIDA)

Picolinato de zinco

O picolinato de zinco é uma molécula formada de um átomo de zinco ligado a uma molécula de ácido picolínico. Esse ácido é sintetizado pelo corpo no fígado e estocado no pâncreas. Ele é liberado nos intestinos durante a digestão para ligar-se a minerais, como o zinco, e promover sua absorção. Um estudo de 1987 por S.A. Barrie et al. no John Bastyr College of Naturopathic Medicine descobriu que o picolinato de zinco é melhor absorvido em humanos do que o citrato de zinco e gliconato de zinco.

Monometionina de zinco

A monometionina de zinco é uma combinação do mineral zinco e do aminoácido metionina. Fabricantes de suplementos afirmam que o a monometionina de zinco é mais facilmente absorvida porque a metionina é o aminoácido absorvido mais prontamente no corpo. A InterHealth Nutraceuticals publicou três estudos pré-clínicos para apoiar essa afirmação, evidência que é menos autoritária e conclusiva do que os achados de um estudo controlado. Uma marca comum de monometionina de zinco é o OptiZinc, que combina zinco e metionina numa proporção de 1:1.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível