Diferenças entre as placas-mãe AT e ATX

Escrito por heather bliss | Traduzido por thiago andre scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Ao fazer manutenções e reparos em seu computador, saber qual o modelo da sua placa-mãe pode simplificar consideravelmente o processo. Saber as características específicas da sua placa-mãe pode te ajudar a decidir o que comprar e pode prevenir danos por incompatibilidade de outros componentes com ela. Os tipos mais comuns de placa-mãe são o AT, mais antigo, e o ATX, mais recente.

Outras pessoas estão lendo

Características

AT significa "Advanced Technology" ("tecnologia avançada", em português), e ATX significa "Advanced Technology Extended" ("tecnologia avançada estendida" , em português). São dois formatos diferentes de placa-mãe. O livro "The Complete Guide to A+ Certification", de Michael Graves, define o formato da placa-mãe como "um termo que define o layout físico dos componentes". O formato também define o tipo de hardware e de fonte que você pode conectar à sua placa-mãe. O termo "formato" não é usado apenas para placas-mãe, mas para qualquer componente de computador que seja relevante.

Tamanho e orientação

O formato ATX foi redesenhado para que seja mais fácil acessar os periféricos que ficam do lado de dentro do gabinete. Tanto as placas-mãe AT quanto as ATX foram fabricadas em diferentes tamanhos ao longo dos anos e, por causa disso, são necessários gabinetes de tamanhos diferentes para acomodar a placa que será usada. As placas ATX são posicionadas em um ângulo de 90 graus em relação às placas AT, então é impossível usar uma placa AT em um gabinete ATX, pois ela não se encaixa.

Uso de energia

Uma diferença notável entre as placas ATX e as AT é o modo "suspender" que só existe nas placas ATX. Este modo serve para gerenciamento de energia, em que alguns componentes são desligados para economizar energia, mas algumas partes do computador ficam prontas para iniciar. O modo "suspender" reduz o gasto de energia elétrica quando o computador não está em uso, ao mesmo tempo em que permite que você possa ligar o computador mais rapidamente, retornando no ponto em que estava. Além disso, a fonte ATX tem mais facilidade de converter tensões de 5 V em 3,3 V e envolve menos circuitos para essa conversão.

Conectores de força

Os conectores de força também são diferentes entre as placas AT e ATX. As placas AT usam dois encaixes de 12 pinos para alimentar a placa-mãe, enquanto as placas ATX usam um único conector de 20 pinos. Ao usar uma placa ATX, você precisa usar uma fonte ATX. O número de pinos pode ajudar a identificar se você está com a fonte correta para a sua placa-mãe.

Conectores

Os conectores externos das placas ATX e AT são as diferenças mais visíveis entre elas. O padrão AT é limitado a um conector para periféricos externos, que é um conector DIN de cinco pinos para o teclado. Uma placa-mãe ATX possui muitos outros conectores, como conectores de rede, placas de vídeo, som e modens.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível