Diferenças entre um Rolex genuíno e um falsificado

Escrito por liza blau | Traduzido por bruno charamba
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre um Rolex genuíno e um falsificado
Saiba como diferenciar um Rolex original de um falsificado (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

A Rolex é uma empresa suíça de relógios que é sinônimo de estilo e luxo. Ela foi fundada em 1905 por Hans Wilsdorf, um baváro de 24 anos. A Rolex se tornou a maior marca de relógios de luxo do mundo, com uma receita de aproximadamente R$ 6 bilhões e saída anual de 650 a 800 mil relógios, de acordo com a Stern Business. Aprenda como identificar as diferenças entre um Rolex falso e um original.

Outras pessoas estão lendo

Logotipo

Use uma lupa para examinar o pequeno logotipo de coroa da Rolex abaixo do marcador da sexta hora no visor do relógio. Esse logotipo, em relógios falsificados, é mal colocado e muitas vezes possui bordas irregulares. Em autênticos relógios Rolex, a coroa tem obviamente um design mais robusto, bordas limpas e uma aparência distinta.

Fundo

Verifique o fundo do relógio. Um Rolex falso, às vezes, tem um fundo mais claro, que permite a visualização dos mecanismos internos. Os genuínos nunca possuem os fundos abertos.

Examine o fundo para identificar qualquer marcação. Os falsos frequentemente possuem gravuras ou marcações. No caso dos originais, elas serão suaves ou não haverá gravações. Os originais também possuem uma etiqueta holográfica 3D codificada na parte traseira. Os falsificados não a possui, mas sim etiquetas com padrões que permanecem estáticos quando vistos de diferentes ângulos, ao contrário de um holograma de verdade.

Bolha de ampliação

O visor de cristal dos relógios Rolex autênticos apresentam uma bolha circular que amplia consideravelmente a data. Em relógios falsos, a bolha é descentralizada e feita de vidro, além de não oferecer ampliação suficiente.

Peso

Sinta o peso do relógio em sua mão. Os autênticos dão uma sensação de muito resistentes e pesados, pois são feitos de ouro e aço. Os falsos, por sua vez, são feitos a partir de materiais baratos, como os metais simples, portanto, são leves.

Visor

Confira os números do visor do relógio com uma lupa. Eles devem ter bordas limpas, o que não é normalmente encontrado em relógios falsificados.

Números de série

Localize os números de série ao lado do relógio. Em Rolex autênticos, eles são bem suaves e gravados com grande detalhe em linhas muito finas. Já os falsos apresentarão uma gravação de má qualidade. Muitos dos falsificadores usam o mesmo número de série em todas as suas cópias de relógios.

Som

Verifique se o relógio reproduz um som de "tique-taque". Se positivo, é um relógio falsificado. Os autênticos não reproduzem esse som.

O ponteiro dos segundos

Observe como o ponteiro dos segundos se move pelo visor. Caso ele faça movimentos irregulares, bruscos, o relógio é falsificado. Esse ponteiro, em relógios Rolex originais, se move suavemente, deslizando pelo visor.

Pulseira

Examine a pulseira. Os relógios Rolex autênticos têm ligações sólidas, em comparação com imitações, que têm ligações ocas. Os falsificados costumam usar pinos para segurá-las, em vez de os parafusos de alta qualidade que os originais usam.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível