Diferenças entre salmão vermelho e salmão do Atlântico

Escrito por morgan st. james | Traduzido por andressa v. da nobrega
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre salmão vermelho e salmão do Atlântico
Existem diferentes variedades de salmão (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Existem diversas variedades de salmão e algumas até têm mais de um nome. Ao comparar o salmão vermelho com o salmão do Atlântico, uma grande diferença é que o primeiro, também conhecido como salmão de dorso azul, é um peixe gorduroso. Tende a ser mais saboroso, um tanto amanteigado e a carne cozida será úmida. O segundo é quase sempre criado em cativeiro, em jaulas ou gaiolas no oceano. Diferente do salmão selvagem, os peixes criados dessa maneira são alimentados com uma dieta especial para realçar a cor e seu teor de gordura.

Outras pessoas estão lendo

Salmão vermelho

Com uma carne vermelho-rubi, esse salmão possui as costas de um azul escuro quase preto, lados prateados e barriga branca. Pesam entre 2,7 kg e 4 kg e têm entre 4 e 5 anos ao serem presos. O salmão vermelho é o mais procurado entre os salmões do Alasca por causa de seu sabor delicioso e de sua cor. Um alto número de salmões vermelhos são exportados para o Japão.

Salmão do Atlântico

O salmão criado em cativeiro é a varidedade de salmão do Atlântico mais comum no mercado atualmente, porque restam poucos salmões selvagens no oceano Atlântico. O selvagem precisa de águas frescas e puras para desovar, e, visto que tantos rios são poluídos ou bloqueados por barragens, muitos morrem sem se reproduzir. A cor natural da carne é branco acinzentado. Os produtores de salmão alimentam seus peixes com aditivos, que fazem a carne ficar rosa e realçam o sabor.

Diferenças entre salmão vermelho e salmão do Atlântico
A cor da carne do salmão produzido em cativeiro é levemente pêssego ou rosa, enquanto a do salmão selvagem é vermelha (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Sobre a oferta

A substituição do salmão selvagem do Alasca pelo salmão do Atlântico criado em cativeiro cresceu nos últimos dez anos. Infelizmente, a temporada de salmão selvagem do Pacífico acontece apenas um mês por ano. De modo que, nos demais onze meses, o salmão selvagem fica disponível apenas congelado. Também pode-se encontrá-lo enlatado, mas, quando podem escolher entre filés de salmão fresco no balcão de frutos do mar ou salmão em lata, a maioria das pessoas escolhe o fresco. Devido à oferta e à demanda, o salmão vermelho selvagem é mais caro que o salmão do Atlântico criado em cativeiro.

Diferenças entre salmão vermelho e salmão do Atlântico
O vermelho brilhante do salmão sockeye torna o prato muito bonito (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Como perceber a diferença

Geralmente é difícil perceber a diferença entre os dois peixes no mercado devido à iluminação, então é bom saber qual você está procurando. A cor é um bom indicativo. Se você busca o salmão vermelho selvagem, a carne deve ser de uma cor vermelho intenso, enquanto que o salmão do Atlântico criado em cativeiro tem uma carne mais para o rosa ou cor de pêssego. O sabor e a textura também são diferentes. Após sobreviver cerca de quatro anos na natureza, ao invés de ter sido criado em uma gaiola, o salmão vermelho tende a ter uma carne mais firme e um sabor distinto.

Diferenças entre salmão vermelho e salmão do Atlântico
Procure pela cor (David De Lossy/Photodisc/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível