on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Diferenças entre seres vivos e seres não vivos

Atualizado em 17 abril, 2017

A classificação mais simples dos seres é a de vivos e não vivos. Por definição, apenas coisas vivas são consideradas organismos. Os cientistas desenvolveram uma série de critérios para determinar se algo pode ser considerado, de fato, um ser vivo.

Classificar os seres é fácil (Image by Flickr.com, courtesy of Art G.)

Considerações

A linha entre os seres vivos e os não vivos não é sempre tão clara. Nem todas as coisas vivas possuem características propriamente aceitas como "vivas" e alguns seres não vivos têm características de organismos vivos.

Loading...

Crescimento

Todas as coisas vivam crescem. Animais param de crescer quando atingem a maturidade, enquanto plantas crescem indefinidamente durante o tempo de vida.

Respiração

Todos os organismos vivos possuem alguma forma de respiração, que é feita de dentro do corpo e regulada pelo próprio corpo.

Reprodução

Organismos vivos se reproduzem. Repassam informações genéticas para seus descendentes, garantindo a propagação da espécie.

Movimento

Coisas não vivas não se movem por força própria, diferente de todos os seres vivos, que podem se mover deliberadamente. Mesmo as plantas, que parecem estar paradas, movem-se para alcançar o sol.

Adaptação ambiental e resposta

Seres não vivos podem não responder e nem se adaptar ao seu ambiente. Podem ser alterados por forças externas. Apenas os seres vivos alteraram seus hábitos ou metabolismos de adaptação a alterações ambientais.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...