Diferenças entre smog industrial e smog fotoquímico

Escrito por john newton | Traduzido por diego feijo cabral silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre smog industrial e smog fotoquímico
O aumento do smog e a queda da qualidade do ar tornaram-se problemas maiores (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Tanto o smog industrial como o fotoquímico são tipos de poluição do ar. Vem ocorrendo uma queda generalizada na qualidade do ar desde o início da revolução industrial, que registrou um aumento na queima de combustíveis fósseis para fornecer energia. Ambos os tipos de smog são formados como resultado da fumaça liberada pelos processos industriais; porém, existem diferenças entre eles.

Outras pessoas estão lendo

Smog industrial

O smog é o resultado da mistura de partículas de colunas de fumaça industrial com neblina. Essa combinação produz uma coloração marrom amarelada próxima ao nível de solo, conforme explicado pela U.S. Environmental Protection Agency — EPA (Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos). O smog industrial é formado quando as emissões de fumaça e enxofre da queima de carvão são combinadas com neblina, nas condições adequadas. Embora o smog industrial possa ser formado pelo lançamento de grandes quantidades de poluentes do ar, outros fatores também contribuem para a gravidade de sua eclosão. Uma inversão de temperatura criada durante o dia pode prender os poluentes do ar próximos à superfície da Terra e aumentar, dessa forma, a produção de smog, conforme demonstrado pelo site da Universidade da Califórnia.

Smog fotoquímico

Nos tempos modernos, a utilização de outros combustíveis fósseis, energia nuclear e energia renovável levou à diminuição do uso de carvão e, portanto, reduziu os níveis de smog industrial, segundo David W. Brooks, da Universidade de Nebraska-Lincoln. No entanto, a combustão de outros combustíveis fósseis, como a gasolina pelos veículos motorizados e pela indústria, libera poluentes primários: compostos orgânicos voláteis e óxidos de nitrogênio que levam à produção de smog fotoquímico.

Melhores condições para a formação de smog

O smog é geralmente um problema nas grandes cidades, onde os carros que tomam as ruas liberam os poluentes primários que produzem o smog fotoquímico. Além disso, a concentração industrial dentro e ao redor das grandes cidades contribui para o desenvolvimento de ambos os tipos de smog. Londres enfrentou problemas com o smog industrial no início da década de cinquenta, enquanto cidades como Los Angeles e Nova York sofreram episódios frequentes de smog fotoquímico, segundo David W. Brooks, da Universidade de Nebraska-Lincoln. Do mesmo modo, as comunidades localizadas em vales, com menos circulação de ar, podem registrar uma acumulação de poluentes de ar muito maior do que nas áreas abertas.

Efeitos do smog

Durante o verão, a formação de smog fotoquímico é maior devido ao aumento da exposição aos raios solares. O ozônio troposférico, o principal componente do smog fotoquímico, é prejudicial aos organismos vivos porque ele altera, destroi ou reage com outras moléculas, segundo a EPA. Além disso, a exposição excessiva ao ozônio pode reduzir os rendimentos das colheitas e o crescimento florestal. Nos seres humanos, a exposição ao smog industrial e/ou fotoquímico pode causar problemas respiratórios.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível