Diferenças entre um Stradivarius original e uma cópia

Escrito por andrew morris | Traduzido por daniela hadzhinachev
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre um Stradivarius original e uma cópia
Não existem mais do que 600 violinos Stradivarius atualmente (Style art background. Shot in studio. image by Andrey Kiselev from Fotolia.com)

Os violinos Stradivarius são considerados como altamente valiosos e excepcionalmente bem trabalhados. Os mais valiosos foram feitos por Antonio Stradivari, no século 17. O valor desses instrumentos pode chegar a até R$ 7 milhões em leilão. Naturalmente, um mercado tão lucrativo levou a um aumento de violinos falsos que afirmam ser do ateliê Stradivari. As chances de encontrar um Stradivarius em seu sótão são quase nulas, mas pode acontecer.

Outras pessoas estão lendo

Inscrição

Todos os instrumentos Stradivarius têm etiquetas visíveis através do orifício F. Se o pedaço de papel for relativamente novo, escrito em inglês simples, então não é um verdadeiro Stradivarius. Tudo o que começa com "Made in_" foi produzido depois de 1957. Essa marca de instrumentos tinha uma etiqueta impressa, escrita em latim. O rótulo dizia: "Antonius Stradiuarius Cremonenfis; Faciebat Anno 17", que significa: "Antonius Stradivarius fez este em Cremona em 17__". Os dois últimos números do ano são geralmente escritos à mão. Se forem impressos, então é mais provável que a peça seja uma cópia.

Se o violino tiver "sotto la disciplina" escrito no rótulo não foi feito pelo próprio Stradivari, mas sob sua supervisão. Mesmo assim, ele ainda pode valer muito dinheiro.

Qualidade da música

Uma das razões principais dos instrumentos Stradivarius serem tão amplamente considerados é que eles são conhecidos por terem um som único que é muito difícil de reproduzir. Os instrumentistas dizem ter a impressão de poder controlado, diz o comentarista de música Miles Hoffman.

Um Stradivarius tem um maior alcance e ressonância do que outros violinos e responde grandemente a pequenas alterações feitas pelo músico. Há também uma maior projeção da música tocada. O som que o público ouve será o mesmo do que se ouve "sob a orelha" do instrumentista.

Especialistas

Olhar para os rótulos e ver como ele toca em comparação com um verdadeiro Stradivarius são bons primeiros passos para ver se o violino é verdadeiro ou falso. Consulte um avaliador, se você acreditar que a peça é verdadeira. Ele será capaz de olhar para outros aspectos, como a construção do instrumento. A estrutura é importante, pois o material usado em um Stradivarius terá que estar em conformidade com os materiais disponíveis para fabricantes de violinos em Cremona, Itália, no século 17.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível