×
Loading ...

Diferenças entre os testes Keirsey Bates e Myers-Briggs

Tanto o teste de personalidade Keirsey Bates quanto o Myers-Briggs categorizam cada indivíduo em um de 16 grupos. Esses grupos são baseados em respostas dadas a perguntas nas quais o testado se revela predominantemente introvertido ou extrovertido, intuitivo ou sensorial, perceptivos ou julgadores, pensadores ou emotivos. Há diferenças na formação desses testes, como são aplicados e que comportamentos enfatizam.

Tanto Keirsey Bates quanto Myers-Briggs prognosticam tipos de personalidade e os tipos de relacionamentos que provavelmente serão formados (Pixland/Pixland/Getty Images)

Origens

O teste Myers-Briggs foi publicado em 1962 pela equipe de psicólogas Katharine Cook Briggs e Isabel Briggs Myers, mãe e filha. Era baseado em teorias de Carl Jung, como descritas em seu livro "Tipos de personalidade", publicado em 1921. Jung dividia as pessoas em tipos de personalidade baseados nas quatro dicotomias citadas acima. A classificação tipológica Myers-Briggs era focada em estudantes de Ensino Médio.

O Keirsey Bates - oficialmente conhecido como classificador de temperamentos Keirsey (Keirsey Temperament Sorter - KTS) - é baseado no best-seller "Please Understand Me" (Compreenda-me Por Favor", em português), publicado em 1978 por Davir Keirsey a Marilyn Bates. Este teste é baseado no Myers-Briggs e expande seu conceito.

Loading...

Ênfase

O Myers-Briggs enfatiza a maneira como as pessoas encaram a vida, baseando-se em qual das 16 categorias a pessoa se encaixa. Muito da teoria é baseado em como pessoas de diversos tipos de personalidades interpretam o mundo. Uma pessoa introvertida, intuitiva, emotiva e perceptiva, por exemplo, teria uma atitude interna diferente de uma pessoa extrovertida, sensorial, pensadora e julgadora.

O Keirsey Bates enfatiza comportamentos externos demonstrados pela pessoa, em contraste com sua atitude interna.

Classificação

No Myers-Briggs, não é designado um nome para cada uma das 16 categorias existentes. Em vez disso, as pessoas são classificadas pelas iniciais de suas quatro dicotomias predominantes. Uma pessoa extrovertida, sensorial, pensadora e julgadora seria chamada simplesmente ESPJ.

No Keirsey Bates, por outro lado, as pessoas são classificadas em papéis baseados em seus resultados. Os quatro papéis - conhecidos como grupos de temperamento - são Artesão, Guardião, Racional e Idealista. Quatro combinações de tipologias pertencem a cada papel. Por exemplo, ESPJs são guardiães, esperadamente responsáveis, concentrados no dever e conscientes.

Testes

Ambos os testes são aplicados por profissionais que passaram por um processo de certificação para serem autorizados a utilizar o programa. Ambos podem ser feitos online ou pessoalmente. O Myers-Briggs pode ser encontrado online em grande variedade de versões, incluindo o Forma G, uma versão abreviada com 94 questões que pode ser autoaplicado pelo testado, e os mais completos, Myers-Briggs 2 e 3, com 144 e 122 questões, respectivamente. O Keirsey Bater, por outro lado, tem sempre 70 questões, independente de como é aplicado e avaliado.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...