As diferenças entre os vários tipos de gestão de logística

Escrito por cassandra tribe | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As diferenças entre os vários tipos de gestão de logística
Crie um fluxograma para entender a utilidade da logística em todos os tipos de gerenciamento (Comstock/Comstock/Getty Images)

A gestão de logística garante a distribuição, o armazenamento e a recuperação adequada e pontual dos materiais necessários. Ela usa várias aplicações que vão desde as produções de material à entrega de mercadorias para manobras militares. Existem quatro tipos principais de gestão de logística, cada uma destacando um aspecto diferente do processo de abastecimento.

Outras pessoas estão lendo

Abastecimento

A gestão de abastecimento envolve o planejamento e a coordenação de materiais que são necessários em um determinado local, em um horário específico, para dar suporte à produção ou à atividade (como no caso do abastecimento militar). A logística de abastecimento deve incluir o transporte de materiais e o armazenamento, bem como um meio para avaliar o nível de abastecimento em fases diferentes do processo, a fim de assegurar que o fluxo de materiais corresponda à demanda.

Distribuição

A distribuição envolve gerenciar o modo como um material fornecido e armazenado é distribuído para os locais onde ele é necessário. Isso envolve questões de movimentação de materiais (carga, descarga e transporte), acompanhamento de estoque e responsabilidade de uso (registrar como o abastecimento é usado e quem o utiliza).

Produção

A logística de produção gerencia as etapas que envolvem unir os materiais distribuídos em um produto. Isso inclui a coordenação de um processo de fabricação ou de montagem e, no caso de aplicações como a produção militar, a logística para coordenar o espaço e as áreas para que a produção ocorra. Da mesma forma, na área da construção, a logística de produção incluirá o preparo de material para coordenar com a fase de construção em andamento.

Reverso

A logística reversa envolve a recuperação de materiais e suprimentos de um processo de produção ou de montagem. Por exemplo, na gestão de logística de um projeto de construção, a logística reversa planeja a remoção do excesso de material e a reintegração do material no estoque. Em aplicações militares, ela é frequentemente usada para planejar a estratégia de saída e coordenar a transferência de material e de equipamento de volta para o armazenamento, em uma área na qual os exercícios militares eram realizados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível