Mais
×

Faça seu currículo se destacar numa seleção de trabalho

Getty Images

Introdução

O primeiro passo para você conseguir uma boa posição no mercado de trabalho é o seu currículo. Ele é o passaporte para o mercado profissional, contendo informações sobre a sua formação escolar, experiência profissional e objetivos para o futuro. Quanto mais fiel ele for ao seu perfil, melhores as chances de conseguir um emprego que combine com suas características. Porém só isso não é o suficiente. É necessário também fazer com que esse currículo se destaque no meio de uma pilha de outros que chegam aos profissionais de recursos humanos. Veja o que você pode fazer para que o seu histórico profissional chame a atenção positivamente numa seleção de trabalho.

Digital Vision./Digital Vision/Getty Images

Evite o bla bla blá

Uma das coisas mais difíceis ao fazer um currículo é decidir o que ele deve conter. Foque-se somente no essencial para manter a atenção dos selecionadores: eles recebem currículos diariamente e precisam classificá-los de maneira rápida. As informações essenciais no currículo são dados pessoais, experiência profissional, educação, atividades extra-curriculares, conhecimento sobre idiomas e computação. Seja conciso na hora de explicar a sua experiência profissional e as atividades do seu antigo trabalho. Não pense que escrevendo demais você irá conquistar o selecionador. Um currículo com no máximo duas páginas é mais que suficiente para apresentar todas as suas qualidades.

Creatas Images/Creatas/Getty Images

Fuja de modelos prontos

Cada pessoa possui uma trajetória e características próprias. O seu objetivo para se destacar numa seleção profissional é mostrar o quão único e original é o seu perfil. Isso precisa ficar claro no currículo, por isso evite usar modelos prontos ou utilizar arquivos de amigos como base. Os profissionais de recursos humanos são craques em identificar esse tipo de falha. Escreva com suas próprias palavras as atividades que você exercia anteriormente, quais seus objetivos e seu histórico escolar. Caso haja alguma dificuldade, peça ajuda para uma pessoa mais experiente, mas nunca copie nada!

Comstock Images/Comstock/Getty Images

Faça um resumo sobre você

Algo que facilita bastante no momento de uma seleção profissional é escrever um pequeno texto sobre seu perfil e seus objetivos. Se pudesse resumir seu currículo e seus planos profissionais em um parágrafo, o que escreveria? Isso auxilia o selecionador a entender melhor quem é você e o que almeja na empresa com o cargo em questão. Seja breve, destaque seus pontos fortes, suas principais conquistas profissionais ou educativas e esclareça porque você quer esse trabalho. Lembre-se que dizer que quer trabalhar para apenas ganhar dinheiro não é positivo. Ressalte os desafios, as particularidades da vaga e o que você pode trazer de positivo à empresa se for escolhido.

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

Não exagere e nem minta

Os profissionais que fazem a seleção para vagas de trabalho geralmente têm bastante experiência e treinamento para reconhecer qualquer indício de incoerência no seu currículo. Não pense que você pode ganhar pontos na lábia, dizendo que trabalhou ou estudou em lugares que nunca esteve apenas para mostrar que é um profissional experiente. Os selecionadores podem facilmente checar essa informação pelo telefone ou pela internet e você será fatalmente excluído do processo seletivo. Caso você não tenha suficiente experiência, destaque sua vontade de aprender e outros fatores importantes nos seus estudos.

Jupiterimages/BananaStock/Getty Images

Atenção para o português correto

Antes de enviar um currículo para alguma seleção de trabalho não esqueça de passar o corretor automático e ler muito bem tudo o que você escreveu para que não exista nenhum erro de português. Qualquer tropeço na língua portuguesa pode acabar com suas chances de conseguir uma boa vaga de trabalho. Os erros de grafia mostram que você é uma pessoa desatenta e, dependendo do caso, alguém que não domina as regras básicas de gramática e ortografia. Mesmo se o posto de trabalho para o qual você está se candidatando não requer escrever, mandar um currículo com erros pode ser fatal, por isso redobre a atenção!

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Tenha mais de um modelo de currículo

Caso você esteja se candidatando a diferentes vagas de trabalho ao mesmo tempo, é importante manter vários modelos de currículo. Assim como cada oportunidade de emprego é diferente, a maneira que você se apresenta para eles deve também ser distinta. Uma vaga para um trabalho de atendimento ao público requer características bastante diferentes de um emprego de almoxarifado, por exemplo. Adapte seu currículo para cada vaga que for se candidatar, ressaltando em cada um deles os pontos que mais combinam com cada oportunidade.

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

Inclua atividades extra-curriculares

Mesmo não sendo um emprego propriamente dito, esse tipo de atividade mostra muito bem a determinação, os objetivos e a dedicação dos candidatos. Se você presta algum tipo de serviço comunitário, ajudou em algum trabalho voluntário em igrejas ou escolas ou até mesmo tem um blog na internet onde fala sobre certo assunto, não deixe de citar essa informação no currículo. Você estará mostrando para o profissional de recursos humanos que, independente de ser pago ou não, existem atividades pelas quais você é apaixonado e dedica seu tempo, algo que pode ser um diferencial importante para a sua escolha para o emprego.

George Doyle/Stockbyte/Getty Images

Tenha um portfolio online

Alguns tipos de profissões requerem um portfolio profissional além de um currículo. Publicitários, designers, arquitetos, locutores ou atores, por exemplo, precisam também ter um espaço na internet para exibir seus trabalhos. Tendo esse tipo de informação em mãos, o profissional de recursos humanos pode analisar melhor toda sua experiência, talento e capacidade na sua área de atuação, o que melhora as suas chances de ser escolhido. Sites como "Behance" e "Cargo Collective" são os melhores nesse quesito e permitem aos usuários subirem arquivos gráficos, de áudio e vídeo. Um blog também pode ser uma boa opção, no caso de jornalistas e profissionais de comunicação.

Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images

O visual do seu currículo

Aqueles que preferem fazer um currículo em papel devem atentar para certos detalhes. Alguns candidatos pensam que imprimir em papel colorido ou até mesmo perfumado pode ajudar a chamar a atenção, porém, se você não conhece bem a empresa para a qual está tentando um trabalho, isso não é recomendado. Alguns empregadores podem ver isso como falta de maturidade ou profissionalismo. Concentre-se no conteúdo do currículo. Use uma fonte séria como Times New Roman, no tamanho máximo 16, e procure não ultrapassar o limite de duas páginas. Anexar uma foto só é necessário para trabalhos que lidam com o público, como vendedor ou caixa. Nos outros casos é dispensável.