×
Loading ...

Como diferenciar uma opala genuína de uma sintética

Atualizado em 23 março, 2017

Saber diferenciar uma opala real de uma pedra sintética pode ser desafiador, porque as opalas vêm em um arco-íris de cores e aparecem nas joias de várias formas.

As opalas estão disponíveis como pedras preciosas facetadas, cabochão (pedras lisas com topos arredondados), e dupletos e tercinas parcialmente artificiais. Um dupleto é uma fatia de opala genuína com um apoio artificial. Uma tercina tem uma terceira camada, uma cúpula transparente por cima.

Dupletos e tercinas são bem fáceis de identificar. Os sintéticos podem ser mais difíceis, mas existem testes para determinar se sua opala é uma pedra preciosa ou uma imitação barata.

Instruções

Algumas opalas capturam todas as cores do arco-íris (Precious Mexican Supreme Opal image by Mexgems from Fotolia.com)
  1. Aprenda qual é a aparência de uma opala genuína. As opalas preciosas são pedras translúcidas que exibem flashes multicoloridos vibrantes. Elas incluem as opalas pretas, que têm as cores preta, azul ou verde; e as brancas, cujas cores variam de branca a amarela cremosa. As opalas de fogo mexicanas são outra variedade de pedra preciosa. Transparentes a translúcidas, elas vêm em tonalidades sólidas de amarelo, laranja ou vermelho, e raramente demonstram o jogo de cores de suas primas preciosas. As opalas também têm faixas de cores diferentes.

    Loading...
  2. Verifique o tom da base da opala. Se o corpo de uma pedra desprendendo flashes vívidos multicoloridos flashes for transparente ou branco, o mais provável é que seja um verdadeiro cristal ou opala branca. Se a cor de base for amarela brilhante, laranja, vermelha ou uma combinação desses tons, sem flashes de outras cores, provavelmente é um opala de fogo verdadeiro.

    Se o tom do corpo da pedra for escuro — preto, azul ou verde —, ela poderia ser uma opala sólido, um dupleto ou uma tercina verdadeira.

  3. Verifique a lateral da pedra de opala para ver se há camadas artificiais. Os dupletos têm um suporte preto ou sem cor com uma fina fatia de opala, enquanto as tercinas têm um suporte preto, uma fina fatia de opala e um revestimento plástico ou de quartzo. Se você vir quaisquer suportes como estes na pedra, então não é uma opala verdadeira.

  4. Verifique a parte de cima da pedra de opala para ver se há uma superfície vítrea. O revestimento claro em uma tercina pode formar uma superfície altamente reflexiva.

  5. Verifique um padrão de pele de cobra que exibe cores brilhantes em grandes manchas. O padrão, que costuma ser um pouco perfeito demais, é um indicador de que a pedra é sintética.

  6. Verifique a parte de cima da pedra. Se ela tiver uma aparência turva, muito provavelmente você está observando uma tercina ou um dupleto. Depois da pedra ficar na água por muito tempo, a cola que segura o suporte junto a ela começa a se deteriorar e fica nebulosa.

Loading...

Dicas

  • Se você ainda não tiver certeza quanto à autenticidade da sua opala, peça para um gemologista testá-la para você. Muitos joalheiros têm gemologistas em sua equipe. Esses profissionais podem testar a gravidade específica, índice refrativo e outros fatores que são difíceis de avaliar sem um equipamento especial.

Referências

Loading ...
Loading ...