Diferentes tipos de Microscópios eletrônicos

Escrito por patrick ferrara | Traduzido por andressa ferrari arevalo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferentes tipos de Microscópios eletrônicos
Microscópio eletrônico possui uma imagem amplificada de melhor qualidade que o microscópio de luz. (Modern and powerful microscope image by terex from Fotolia.com)

A microscopia eletrônica utiliza um feixe focalizado de elétrons para criar imagens de alta resolução de um espécime alvo. Considerando que os microscópios de luz estão restringidos na sua ampliação pelo comprimento da onda de fótons, microscópios eletrônicos são limitados pelo comprimento de onda muito menores de elétrons, assim conseguindo ampliação de até aproximadamente 0,05 nanômetros. Existem quatro tipos principais de microscópios eletrônicos, todos os quais podem ser mais ou menos delimitados pelo tipo de energia refletida que gravam a partir do espécime.

Outras pessoas estão lendo

História

O primeiro microscópio eletrônico, um microscópio eletrônico de transmissão, foi construído pelos engenheiros alemães Knoll Max e Ernst Ruska em 1931. Embora o protótipo original tenha alcançado uma ampliação menor do que a de microscópios de luz atuais, Knoll e Ruska provaram com sucesso que o projeto era possível e, dois anos depois, superou o microscópio de luz no poder de ampliação. Todas as versões subsequentes do microscópio eletrônico são baseadas neste protótipo original.

Microscópio Eletrônico de Transmissão (MET)

Os microscópios eletrônicos de transmissão produzem imagens gravando o feixe de elétrons depois dele ter passado por uma fatia fina de amostra. A amostra é colocada numa grade de fio de cobre e submetida a um feixe de elétrons, normalmente gerado pela execução de alta tensão através de um filamento de tungstênio. O feixe de elétrons viaja através de uma lente condensadora, atinge a amostra e continua através de lentes objetivas e projetivas, antes de ser recolhido em uma tela de substância fosforescente. Tal como acontece com todas as formas de microscopia eletrônica, a amostra alvo deve ser desidratada e isolada sob vácuo para evitar a contaminação do vapor de água, o que pode provocar a dispersão indesejada de elétrons. METs produzem a maior ampliação de todos os microscópios eletrônicos.

Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV)

Microscópios eletrônicos de varredura, juntamente com a microscopia eletrônica de transmissão, são os mais utilizados. Ao contrário dos METs, microscópios eletrônicos de varredura produzem imagens coletando os elétrons secundários ou inelasticamente espalhados que saltam para fora da superfície de uma amostra. O feixe de elétrons primários percorre várias lentes condensadoras, bobinas de verificação e uma lente objetiva antes de atingir a superfície da amostra. O feixe de elétrons é dispersado após bater na amostra e um detector de elétrons secundários coleta os elétrons espalhados. Os dados eletrônicos são então digitalizados para produzir imagens da superfície com profundidade considerável de campo.

Microscópio Eletrônico de Reflexão (MER)

Microscópios eletrônicos de reflexão operam de modo muito semelhante ao MEVs em termos de estrutura. MERs, no entanto, recolhem os elétrons retroespalhados ou elasticamente dispersos após o feixe de elétrons primários atingirem a superfície da amostra. Microscópios eletrônicos de reflexão são mais comumente associados com microscopia eletrônica de baixa energia de rotação polarizada para retratar a marcação de domínio magnético das superfícies da amostra na construção de circuitos do computador.

Microscópio Eletrônico de Transmissão e Varredura (METV)

Microscópios Eletrônicos de Transmissão e Varredura, como METs tradicionais, passam um feixe de elétrons através de uma fina fatia da amostra. Em vez de focar o feixe de elétrons após passar através da amostra, uma METV focaliza o feixe de antemão e constrói a imagem por meio de varredura no padrão retangular de linhas. METVs são bem adequados para as técnicas de mapeamento de análise, tais como a espectroscopia de perda de energia eletrônica e microscopia de campo escuro anular.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível