Como dimensionar disjuntores trifásicos

Escrito por bert markgraf Google | Traduzido por mariana de mello andré scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como dimensionar disjuntores trifásicos
Os disjuntores são dimensionados de acordo com sua tensão, a corrente que carregam continuamente e sua capacidade de curto-circuito (treadmill circuit board image by Leticia Wilson from Fotolia.com)

Os disjuntores foram feitos para proteger o circuito, e especialmente os cabos, a que estão conectados. Eles possuem especificações de tensão, corrente contínua e corrente de curto-circuito. Uma curva de desarmamento representa graficamente as características do disjuntor, e a quantidade de tempo que o disjuntor consegue carregar uma certa corrente antes de desarmar. Os disjuntores trifásicos são dimensionados de acordo com a capacidade de carregar corrente dos cabos do circuito que protegem, de acordo com a corrente de curto-circuito e de acordo com as características de corrente das cargas conectadas a ele.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Escolha disjuntores com tensão e corrente de curto-circuito do sistema em que será instalado. Em aplicações residenciais, essa corrente pode ser obtida com a distribuidora de energia, e geralmente é a mesma em toda a localidade. Em aplicações comerciais ou industriais de maior potência, um engenheiro elétrico deve calcular a corrente de curto-circuito de cada sistema específico

  2. 2

    Selecione os disjuntores com base na carga total que será conectada multiplicada por 1,25. Este 1,25 é responsável por compensar o aquecimento do disjuntor ao ser instalado em um painel com diversos outros disjuntores. Selecione a corrente logo acima da calculada e selecione os cabos com base na capacidade de corrente contínua do disjuntor. Os disjuntores mais comuns são 15A, 20A, 30A e 40A, que requerem cabos AWG #14, #12, #10 e #8, respectivamente.

  3. 3

    Verifique se há grandes cargas não-lineares, como transformadores e motores. Essas cargas possuem correntes iniciais altas, que podem desarmar os disjuntores mesmo que não haja risco de sobrecarga. Verifique nas placas de especificações e na documentação dos aparelhos se há a recomendação da carga de partida ou de pico. Se não estiver listada, multiplique a corrente de carga máxima por seis e veja a curva do disjuntor, para assegurar-se de que essa corrente não irá desarmar o dispositivo. As correntes de partida persistem por alguns segundos, então se a corrente de partida estiver à direita da curva do disjuntor, selecione um um disjuntor maior e assegure-se de usar o cabo correspondente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível