Mais
×

Como diminuir as taxas altas de testosterona nas mulheres

Atualizada April 17, 2017

A testosterona é produzida nos ovários e nas glândulas adrenais das mulheres. Quando atinge altos níveis, tende a causar diversos tipos de problemas. Sua taxa muito alta pode causar excesso de pêlos no rosto, aumento de massa muscular, acúmulo de gordura na cintura e acne. A maior causa da elevação da testosterona no organismo da mulher é a síndrome do ovário policístico. Esse distúrbio provoca a produção de cistos em forma de folículos que se acumulam no ovário. Com isso, o ovário começa a produzir e secretar altos níveis do hormônio.

Diminuindo as taxas elevadas de testosterona nas mulheres (bouturage image by Claudio Calcagno from Fotolia.com)

Mudança de vida

Mudar seu estilo de vida pode reduzir os níveis de testosterona. Mudanças de baixo risco incluem a diminuição do stress e um regime saudável. Mulheres com desequilíbrios na testosterona conseguem perder peso se seguirem uma dieta de pouco carboidrato ou para diabéticos. Frutas, saladas, peixe, aves e nozes diminuem seus níveis no sangue. Alimentos fritos, açúcar e óleo aumentam estas taxas e o peso corporal. A prática de atividades para reduzir o stress, como yoga e meditação trazem muitos benefícios. Tudo isso combinado com a prática de exercícios regularmente e uma dieta balanceada irão aumentar sua qualidade de vida.

Remédios naturais

A medicina alternativa é uma opção efetiva para tratar os níveis altos de testosterona de forma segura e natural. Sua abordagem envolve baixo ou mesmo nenhum risco, com várias terapias utilizadas no tratamento. Remédios à base de ervas combatem o desequilíbrio hormonal no corpo. São soluções simples e de baixo custo. Dois tipos de tratamento usados são as ervas fito-estrogênicas e as não-estrogênicas. As fito-estrogênicas (ex.: cimicifuga) contém fitormônio. Ajuda a aliviar o desequilíbrio da testosterona a partir da introdução de outros hormônios no corpo. Ervas não-estrogênicas (ex.: macafem) não são fitoterápicas. Elas simulam a produção hormonal natural alimentando as glândulas endócrinas e pituitárias. Elas equilibram a testosterona naturalmente, pois estimulam o corpo a produzir seus hormônios naturais.

bibliography-icon icon for annotation tool Cite this Article