Dinossauros que se alimentavam de plantas e de carne

Escrito por monica wachman | Traduzido por camille sampaio
Dinossauros que se alimentavam de plantas e de carne
Esse dinossauro tem os dentes como adagas, típico de carnívoros (the dinosaur's head image by Natalia Pavlova from Fotolia.com)

Os cientistas geralmente classificam os dinossauros como carnívoros ou herbívoros pelo tipo de dente encontrado na espécie. Como exemplo, o Tiranossauro Rex tem dentes afiados e serrilhados para morder e cortar a carne e os ossos. Logicamente, esse dinossauro conhecido é classificado como carnívoro. O Brontossauro, um herbívoro grande com pescoço longo e pernas do tamanho de troncos de árvores, tinha dentes adequados para cortar e mastigar plantas. Apesar disso, há evidências que revelam que certos dinossauros eram tanto uma coisa quanto outra.

Asilisaurus kongwe

Os dinossauros podem ter povoado a Terra por muito mais tempo do que os cientistas pensaram. O Asilisaurus kongwe foi descoberto em um estrato geológico na Tanzânia, África, e data do período Triássico. O animal viveu mais de 10 milhões de anos antes dos dinossauros anteriormente descobertos. O primeiro espécime foi encontrado em 2003; desde a época, os cientistas do Field Museum, em Chicago, do Utah Museum of Natural History e de outras instituições têm estudado os restos dos fósseis. Esses animais são agora considerados silessauros, ancestrais dos dinossauros. São considerados onívoros, comendo carne e plantas, por causa de seus dentes de forma triangular e uma ponta parecida com um bico de pássaro no maxilar inferior. Esses animais andavam sobre quatro patas e eram grandes, mas delgados. Eles pesavam entre 10 e 30 kg e mediam até 3 m de comprimento. O Asilisaurus crescia até cerca de 90 cm de altura no quadril. Os cientistas foram capazes de fazer esses cálculos através da recuperação de fósseis de 14 espécies diferentes na Tanzânia.

Heterodontossauro: O dinossauro de dentes diferentes

Os cientistas acreditam que o heterodontossauro, que tinha o tamanho de um peru, se alimentava tanto de carne quanto de plantas. O crânio, originalmente encontrado em 1960, mas não identificado como dinossauro até 2008, mostrava presas na frente da mandíbula e dentes planos e trituradores na parte de trás. Esse animal pode morder e rasgar carne e mastigar plantas. Os heterodontossauros viveram há cerca de 180 milhões de anos e são considerados parte da fase de transição dos dinossauros, quando alguns comedores de carne foram mudando gradualmente para comedores de plantas. Esse animal era um membro da família de dinossauros ornitísquios, a partir da qual as aves teriam evoluído. O debate ainda está ocorrendo pesadamente quanto a esse ponto.

Falcarius utahensis

Espécimes desse dinossauro com penas foram encontradas ao sul de Green River, Utah. Pareciam-se muito com pássaros e viveram há cerca de 125 milhões de anos atrás. Os paleontólogos acreditam que esse animal é um dos elos perdidos da transição de alguns carnívoros para herbívoros. O Falcarius tinha perdido os grandes incisivos usados ​​pelos carnívoros, mas ainda tinha garras de 13 cm, capazes de rasgar a carne. Ele estava apenas começando a desenvolver a maior barriga dos dinossauros herbívoros. James Kirkland, um paleontólogo do estado de Utah, e Thomas Holtz R., da University of Maryland, acreditam que o animal era rápido o suficiente para caçar e capturar presas pequenas. Falcarius media 3,6 m do nariz à cauda e tinha 1 m de altura no quadril.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível