Diretrizes para o desenho de uma rede de computadores

Escrito por finn mccuhil | Traduzido por josé fabián
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diretrizes para o desenho de uma rede de computadores
Diretrizes para o desenho de uma rede de computadores (network cable image by Radoslav Lazarov from Fotolia.com)

À primeira vista, o planejamento de uma rede de uma empresa de pequeno ou médio porte pode parecer uma tarefa trabalhosa. Mas não precisa ser se você mantiver algumas regras e conceitos simples em mente quando fizer o desenho. Se souber onde precisa colocar seus computadores, servidores e impressoras, seu trabalho está quase no fim. Esta é a descrição da implementação de uma rede LAN Ethernet simples.

Outras pessoas estão lendo

Princípios de desenho

Com a exceção de uma rede puramente ponto a ponto, a rede de uma pequena empresa vai começar com um servidor ou grupo de servidores especializados. Os servidores são os pontos inicial e final para a maioria do tráfego de rede. Comece sua rede colocando o primeiro comutador ao lado dos servidores. Conecte o servidor ou servidores diretamente a ele. Este comutador principal deve ser usado para alimentar todos os outros hubs e comutadores da rede. Este conjunto de comutadores alimentados diretamente levará todo o tráfego dos usuários finais aos servidores e funcionará como a espinha dorsal da rede. Tenha em mente que o limite do alcance de um sinal Ethernet é de 100 m. Passado esse ponto, é necessário colocar um outro comutador na linha para aumentar o sinal e evitar a perda de dados durante a transmissão.

Conectando os usuários finais

Nos casos em que um escritório tenha dois ou mais computadores ou dispositivos de rede, é possível usar um relê para encaminhar o tráfego ao servidor. Esse comutador é conectado por fios ao comutador principal e aos computadores da sala. Quando houver apenas um computador em cada escritório, é possível colocar um relê em um local central e conectado com fios aos computadores desde respeite o limite de 100 m.

Considerações físicas

Uma inspeção do prédio deve ser uma parte integrante do planejamento de rede. Nunca se deve fazer um cabeamento Ethernet próximo a linhas de alta tensão. Também é uma boa ideia manter os cabos de rede longe de luminárias fluorescentes. Paredes de concreto e vigas de aço podem frustrar os seus planos de fazer um cabo curto de um local para outro. Uma fita métrica e uma inspeção dos caminhos de cabos propostos antes da implantação podem economizar tempo e dinheiro.

Planeje com antecedência

Todos os aparelhos de rede eventualmente falharão. Esconder um comutador ou hub no teto ou em um armário pequeno pode ser esteticamente agradável, mas será muito mais difícil de encontrar e alcançar quando você precisar substituí-lo. Depois de passados vários anos, o comutador nesse armário provavelmente estará coberto de pastas e papéis e o relê no telhado será difícil de achar se as luzes já não estiverem piscando.

Sempre assuma que sua rede irá crescer. O CEO que jura que nunca vai precisar de uma impressora de rede, quando você está escolhendo entre um comutador de 8 portas e um de 16, achará uma razão para não conseguir trabalhar sem outra conexão de rede assim que você tiver usado a última porta em um relê pequeno.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível