Como se dirigir às mulheres na Dinamarca

Escrito por ehow contributor | Traduzido por laila teixeira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como se dirigir às mulheres na Dinamarca
Esteja preparado para comportar-se e tratar adequadamente as mulheres dinamarquesas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Países são muito diferentes no que tange valores familiares e papéis de gênero, por isso é importante pesquisar um pouco antes de embarcar em uma viagem ao exterior. Se você estiver indo para a Dinamarca, estude um pouco sobre a cultura local e como são os lares e ambientes de trabalho, para estar preparado para se comportar adequadamente e tratar as mulheres de maneira culturalmente apropriada.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Quando adentrar um cômodo, cumprimente a mulher com um aperto de mão. Certifique-se de estar tratando-a respeitosamente, olhando-a nos olhos.

  2. 2

    Dirija-se a ela por seu título profissional e sobrenome quando estiver interagindo em um ambiente de trabalho. Embora os dinamarqueses usem seus primeiros nomes quando já conhecem alguém, não chame uma mulher pelo seu primeiro nome a não ser que ela peça. Se você desconhece o título profissional dela ou caso ela não tenha um, substitua-o por "Fru", se ela for casada, e por "Froken", se ela for solteira.

  3. 3

    Lembre-se de que as dinamarquesas possuem altos níveis de educação formal. Os dinamarqueses são conhecidos por estudarem continuamente e estarem sempre buscando expandir seus horizontes.

  4. 4

    Reconheça a equidade das mulheres em situações sociais, e no ambiente de trabalho. As dinamarquesas são altamente respeitadas no trabalho, recebendo o mesmo salário e as mesmas oportunidades de promoção que os homens. Tendo alcançado este status isonômico, elas esperam ser tratadas com a mesma consideração em todas as circunstâncias.

  5. 5

    Não pergunte a uma mulher com filhos se ela é casada ou não. É socialmente aceitável na Dinamarca que homens e mulheres constituam família sem legalizar seus relacionamentos.

  6. 6

    Não presuma que as mulheres sejam as principais responsáveis pela criação dos filhos nem as trate assim. Os dinamarqueses são conhecidos por serem os homens europeus mais envolvidos na educação das crianças. Geralmente, eles tiram longas licenças do trabalho para ajudar a cuidar do recém-nascido. Cada casal tem direito, após o nascimento do bebê, a 52 semanas de licença maternidade/paternidade a ser dividida entre os dois. Além disso, empresas são atentas a compromissos familiares, permitindo que homens e mulheres tenham horários flexíveis para cuidar de suas famílias e promoverem suas carreiras.

Dicas & Advertências

  • Se você quiser saber mais sobre a cultura e costumes dinamarqueses, visite o site do Ministério de Relações Exteriores.
  • Não se vanglorie de seus feitos ou talentos quando estiver conversando com uma mulher na Dinamarca. De forma geral, a sociedade dinamarquesa pratica a modéstia. Mulheres dinamarqueses dificilmente apreciarão seus esforços para chamar atenção.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível