Como disciplinar um adolescente mal educado

Escrito por nicole tibbs | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como disciplinar um adolescente mal educado
Pais e educadores têm nas suas mãos o poder para controlar um comportamento provocador (Goodshoot RF/Goodshoot/Getty Images)

Disciplinar um adolescente mal educado pode ser uma experiência muito desafiadora. Primeiramente, é muito importante criar um vínculo com o adolescente e tentar encontrar algum tipo de conexão para que o relacionamento seja estabelecido. Relacionamentos são essenciais para uma disciplina eficaz, mas exigem o respeito de ambas as pessoas envolvidas. Quando adolescentes se descontrolam, muitas vezes isso gera uma reação semelhante por parte dos pais ou professores. É importante ter isso em mente e trabalhar para manter a calma. Da mesma forma, é preciso estabelecer regras realistas e punições para o comportamento do adolescente.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Controle suas próprias ações e reações diante de seus filhos adolescentes. Por ser um modelo na situação, você precisa garantir que todos os seus comportamentos sejam apropriados, assim o adolescente aceitará sua disciplina.

    Como disciplinar um adolescente mal educado
    Manter o autocontrole é essencial para seu papel como autoridade (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)
  2. 2

    Comunique-se com o adolescente. Um pai ou professor pode ser compreensivo e preocupado com os problemas de seus jovens sem precisar aceitar comportamentos inapropriados. É importante saber conversar sobre questões urgentes. Melhorar a comunicação pode melhorar o relacionamento, e ouvir pode ajudar um pai ou professor a compreender porque tais comportamentos podem estar acontecendo.

    Como disciplinar um adolescente mal educado
    Tentar entender um adolescente é uma parte importante do processo de impor respeito (David Sacks/Lifesize/Getty Images)
  3. 3

    Trabalhem juntos na resolução de problemas. O comportamento desafiador de um adolescente geralmente tem raízes em algo não resolvido. Há muita verdade no velho ditado "olho por olho, dente por dente". Pais e professores precisam saber qual punição é apropriada no que se refere à disciplina. Por exemplo, se um adolescente ofender alguém, peça que ele escreva uma carta pedindo desculpas. Retirar a televisão por alguns dias ou semanas pode não ser uma boa punição para a situação, e provavelmente induziria o adolescente a alimentar comportamentos ainda mais desrespeitosos. Muito pode ser aprendido com uma punição simples, mas apropriada.

    Como disciplinar um adolescente mal educado
    As punições devem ser justas e passar uma mensagem clara (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)
  4. 4

    Trabalhe as questões de disciplina em casa, não em frente aos amigos. Professores ou treinadores deveriam puxar o adolescente rebelde de lado e conversar com ele reservadamente. Os jovens geralmente reagem desrespeitosamente se forem chamados à atenção em frente aos amigos. Resolver uma situação em particular pode trazer melhores resultados.

    Como disciplinar um adolescente mal educado
    Disciplinar reservadamente geralmente produz melhores resultados (Comstock/Comstock/Getty Images)
  5. 5

    Seja positivo. Lembre-se de que a forma com que você lida com um adolescente agora será a forma como ele tratará de suas questões no futuro. Resolver uma situação difícil junto com o adolescente irá torná-lo um adulto mais capaz de resolver problemas e lidar com as questões da vida.

    Como disciplinar um adolescente mal educado
    Tratar a disciplina de forma positiva ajudará os adolescentes a desenvolverem sua autoestima (Siri Stafford/Lifesize/Getty Images)

Dicas & Advertências

  • Mantenha-se positivo e procure a causa real do mau comportamento. Uma vez que as questões encobertas forem resolvidas, será mais provável que ele mude o comportamento.
  • Seja paciente. Muitos adolescentes passam por períodos aparentemente intermináveis ​​de maus comportamentos, em que todos os seus esforços parecem ser em vão. A maioria dos adolescentes se tornam adultos altamente funcionais e respeitosos, então continue se esforçando e não desanime.
  • Sempre procure ajuda profissional para tratar vícios, vandalismo, comportamento ilegal, depressão, distúrbios alimentares, mutilação ou qualquer outro comportamento que resulte em autoflagelação. Adolescentes que demostrem essas características não estão exatamente sendo desrespeitosos; simplesmente, estão externalizando problemas interiores ou distúrbios mentais. A ajuda médica profissional é geralmente a melhor forma para ajudá-los na recuperação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível