O que é displasia escamosa?

Escrito por john brennan | Traduzido por vivian rocha
O que é displasia escamosa?

A displasia celular escamosa pode ser o precursor de certos tipos de câncer

cells 72 image by chrisharvey from Fotolia.com

A displasia é um termo que se refere ao desenvolvimento anormal do tecido e pode estar relacionado com várias doenças diferentes. A displasia escamosa, entretanto, refere-se às anormalidades no epitélio escamoso, que é a camada de células que reveste uma cavidade ou superfície do corpo, como o epitélio cervical ou esofágico. A displasia celular escamosa não é necessariamente câncer, embora seja um precursor de alguns tipos.

Outras pessoas estão lendo

Epitélio escamoso

As células epiteliais são as que revestem cavidades ou outras superfícies corporais. O epitélio pode ser classificado de acordo com a sua estrutura e o formato das células que o compõem. O epitélio colunar, por exemplo, é constituído de células com forma cilíndrica ou de coluna, enquanto que unilaminar é aquele formado por apenas uma camada de células de espessura. O epitélio escamoso é composto por células achatadas em forma de escamas. Ele pode ser simples, o que significa que é unilaminar, ou estratificado, caso em que ele é composto por várias camadas de células. A camada externa de sua pele é o epitélio escamoso estratificado, enquanto que o revestimento dos alvéolos ou sacos de ar em seus pulmões é o epitélio escamoso simples.

Displasia

A displasia é um termo amplo que abrange o desenvolvimento anormal de tecidos -- e, portanto, uma série de anormalidades do desenvolvimento. A displasia do epitélio escamoso, no entanto, descreve as alterações nas células desse tecido -- como o epitélio cervical. A porção cervical que se estende para dentro da vagina é recoberta com o epitélio escamoso estratificado, enquanto que o colo uterino ou endocérvix é coberta por epitélio colunar simples.

Sintomas

As amostras de tecido que apresentam características anormais quando examinadas ao microscópio são displasias. As células podem aparecer desorganizadas, como soldados fora das fileiras, e o tamanho e forma podem estar diferentes do normal, assim como os núcleos. O teste de Papanicolau é um procedimento comum de diagnóstico que verifica a existência de displasia cervical. A endoscopia pode ajudar a identificar a displasia escamosa do esôfago, entre outras doenças.

Significado

Ter displasia não quer dizer que você tenha câncer, mas ele pode ser um precursor dessa doença. Quando ela ocorre no epitélio escamoso estratificado, é geralmente classificada como leve, moderada ou grave, onde grave significa que as células anormais se estendem por todo o epitélio. Se o seu médico suspeita que você tem displasia epitelial escamosa -- como displasia do esôfago ou displasia cervical -- ele pode pedir testes adicionais ou agendar consultas para detectar quaisquer alterações.

Considerações

A displasia escamosa é o primeiro estágio da progressão para carcinoma, o que não significa, porém, que você tem ou vai desenvolver câncer. O risco da displasia leve se tornar um câncer é baixa, e esse tipo de doença, muitas vezes, se resolve sem qualquer intervenção. Displasias de alto grau ou severas, por outro lado, são um sinal um pouco mais preocupante, e são, às vezes, chamadas de carcinoma in situ (CIS), uma condição em que as células anormais se dividem sem invadir outros tecidos; e já nesse caso da CIS, o risco de se tornar um câncer é bastante elevado.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2015 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media