O que é displasia vulvar?

Escrito por misty barton | Traduzido por a. araújo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é displasia vulvar?
A displasia vulvar pode, se não tratada, transformar-se em câncer vaginal (Keith Brofsky/Photodisc/Getty Images)

A vulva -- os lábios vaginais -- é a parte externa do sistema reprodutor feminino. Quando os tecidos dessa área começam a crescer de forma incomum, as mulheres geralmente são diagnosticadas com uma condição chamada de displasia vulvar, que pode, se não tratada, transforma-se em câncer vaginal.

Outras pessoas estão lendo

Causas

Geralmente, a displasia vulvar é causada por um entre dois fatores: ou a mulher foi exposta ao vírus do papiloma humano (HPV) ou possui problemas crônicos de pele na área da vulva.

Sintomas

Irritação na vulva, desenvolvimento de lesões ou verrugas na pele da vulva e sangramento são os sintomas mais comuns associados à condição. Crescimento vulvar anormal também pode surgir em casos extremos ou quando a condição é ignorada por algum tempo.

Risco de câncer

Pouquíssimas -- menos de 10% -- das mulheres cuja displasia vulvar foi tratada desenvolvem um câncer. Quanto mais tempo a condição for ignorada, maior é o fator de risco.

Tratamento

Geralmente, o tratamento mais eficaz é a remoção cirúrgica do tecido vulvar anormal, o que pode ser feito com um bisturi ou usando um laser, dependendo das especificidades da condição.

Prevenção/solução

A forma mais eficaz de prevenir a displasia vulvar é praticando sexo seguro e mantendo poucos parceiros. As mulheres também devem considerar seriamente a vacinação contra o HPV, para diminuir o risco de desenvolver a displasia vulvar e outras condições relacionadas mais graves.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível