×
Loading ...

Como dissecar uma lula

Dissecar lulas ajuda os estudantes a entender a estrutura biológica dessas criaturas marinhas. O processo também ajuda a prepará-los para discussões aprofundadas na vida marinha em geral, através de uma comparação da estrutura anatômica da lula e de outros tipos de criaturas marinhas. Lulas são a segunda espécie mais abundante do oceano (atrás apenas dos peixes) e possuem características distintas, incluindo três corações, bicos para cortar e grandes fibras nervosas utilizadas para transmitir mensagens.

Instruções

A lula é a segunda criatura mais populosa do oceano (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  1. Distribua os jornais, bandejas e lulas. Os alunos são encorajados a possuir diagramas com a estrutura anatômica da lula presentes ao se preparar para dissecá-las. Inicie separando os dois tentáculos longos dos oito braços com os alfinetes se necessários. Peça que eles identifiquem todas as partes do corpo e se preparem para cortar.

    Loading...
    Tesouras afiadas projetadas especialmente para dissecações são utilizadas para cortar as lulas (NA/Photos.com/Getty Images)
  2. Corte toda a cobertura, até o fim. Ela possui uma ponta profunda, e cada corte deve ser feito seguindo um dos lados da ponta. Dobre cada lado de carne dentro da capa e remova a peça de suporte interna da superfície posterior. Esse suporte dá estabilidade quando o animal se move, sem ele as lulas iriam fracassar na água.

    O suporte age como a espinha dorsal para a lula (Comstock/Comstock/Getty Images)
  3. Remova os sacos de tinta, as guelras e as pontas dos tentáculos. Através das referências do diagrama da lula, remova todas as evidências dessas três partes. O saco de tinta é delicado e propenso a estourar se não houver cuidado, então remova essa parte cuidadosamente para evitar uma bagunça. Caso ele estoure, utilize panos para limpar a área de trabalho da tinta.

    A lula possui sacos de tinta que podem estourar se não forem removidos cuidadosamente (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  4. Exiba todas as partes encontradas na bandeja dentro da carcaça do animal. Muitas partes notáveis estarão intactas após a dissecação inicial, incluindo os conjuntos de nervos, cérebro, trato digestivo e corações. Essas partes são visíveis e podem ou não ser removidas. Compartilhe seus resultados com outros estudantes ou pesquisadores, e discuta cada parte exibida na bandeja. Utilize uma lente de aumento para conseguir ver os detalhes. Utilize panos para limpar a área.

    Utilize uma lente de aumento para investigar melhor as partes do animal dissecado (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)
Loading...

O que você precisa

  • Lula
  • Tesoura
  • Bisturi
  • Alfinetes
  • Jornal
  • Panos
  • Bandeja de plástico
  • Lente de aumento
  • Diagramas

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...