Distúrbios visuais causados pela ansiedade

Escrito por megan allyce snider | Traduzido por aline ferreira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Distúrbios visuais causados pela ansiedade
Perfil de uma mulher ansiosa segurando a cabeça (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

A ansiedade pode ser vivenciada como episódios de preocupação, pânico ou mesmo por dias a fio se sentindo no limite e lutando contra o desejo de se livrar das pressões e preocupações do público, do casamento e do ambiente de trabalho. Ela pode resultar em alterações na visão, como alucinações, sensibilidade à luz e diferenças na percepção de um ambiente ou mesmo da realidade. A ansiedade também pode causar enxaquecas devido às mudanças na visão. Se a ansiedade ou pânico forem severos, devem ser tratados com medicação psiquiátrica, o que pode parar a ansiedade e seus efeitos na visão e percepção.

Outras pessoas estão lendo

Alucinações periféricas

As alucinações periféricas acontecem quando alucinações ocorrem na porção dos olhos relacionada à visão periférica ou fora da volta dos olhos. Estas alucinações podem variar de pessoa para pessoa, dependendo da quantidade de estresse, ansiedade ou coação a que elas estão sujeitas. Alguns podem reportar ver apenas um borrão de cor ou uma forma passageira, enquanto outros podem ver uma figura sombreada ou algo bastante aterrorizante e ameaçador.

Distúrbios visuais causados pela ansiedade
Close de um olhar para o lado (Anna Omelchenko/iStock/Getty Images)

Alterações na percepção visual

A percepção de profundidade e altura pode mudar durante os períodos de extremo medo. Uma pessoa pode ter problemas com a identificação do espaço, altura e dimensões de seus arredores, assim como sua relação com eles. Uma diminuição ou sensação de distorção no tempo e no espaço pode ocorrer, especialmente durante os ataques graves de pânico ou de ansiedade. Durante os tempos de estresse ou ansiedade agudos, o corpo desliga todas as funções corporais desnecessárias. Por exemplo, a digestão para porque não é necessária. Somente respostas ao medo são transportadas para o cérebro, o que pode ser uma das razões pelas quais essas sensações estranhas tornam-se proeminentes e destacadas.

Distúrbios visuais causados pela ansiedade
Percepção de altura (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Sensibilidade à luz

A sensibilidade à luz é normalmente causada pela dilatação da pupila. A pupila se dilata como resposta ao medo. Enquanto se sente medo, o sistema nervoso simpático leva à dilatação das pupilas. Este sistema é parte do sistema nervoso autônomo, que não é controlado pelo cérebro. O sistema autônomo pode desencadear respostas primitivas aos estímulos de medo ou ansiedade, como a dilatação da pupila, para que os olhos possam deixar mais luz entrar. No entanto, se alguém está sofrendo de ansiedade e possivelmente de ataques de pânico, esta resposta será ativada em horas inapropriadas e inundará os olhos com luz, tornando a visão e a concentração mais difíceis. Nesta altura, os olhos podem começar a vivenciar pequenos objetos vagantes, em forma de estrelas, de anéis ou de listras obscurecendo a visão normal.

Distúrbios visuais causados pela ansiedade
Luz brilhante (Gile68/iStock/Getty Images)

Alucinações

Alucinações podem parecer más interpretações de respostas apropriadas à ansiedade; no entanto, a presença de ansiedade e pânico acumulando-se em estresse severo o suficiente para produzir alucinações é bastante possível. Psicóticos, que podem ou não ter alucinações, sofrem de medo constante. Na realidade, as pessoas que vivenciam estes sentimentos de medo constante são frequentemente tratadas com antipsicóticos. Isto parece sugerir uma ligação entre a psicose e a ansiedade em alguns casos, o que pode se desenvolver para alucinações que não sejam apenas periféricas, mas também em toda a visão.

Distúrbios visuais causados pela ansiedade
Alucinação com luz brilhante (Ciaran Griffin/Stockbyte/Getty Images)

Conselho médico

A ansiedade tem o poder de expressar-se por alterações visuais, e estas não podem ser ignoradas ou desconsideradas. Normalmente, as alterações na visão persistirão, e algumas vezes, até piorarão se não forem tratadas. Elas são indicadores importantes de que a ansiedade vivenciada é real e válida, mesmo se seu desencadeador for desconhecido no início, e devem ser avaliadas por um médico assim que possível.

Distúrbios visuais causados pela ansiedade
Médico jovem (Darrin Klimek/Digital Vision/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível