Diuréticos naturais e gravidez

Escrito por amanda eder | Traduzido por eduardo marcal
Diuréticos naturais e gravidez
Plantas podem servir como diuréticos naturais (ginger mint image by hazel proudlove from Fotolia.com)

Retenção de líquidos ou inchaços são experiências normais durante a gravidez. O excesso de líquidos causam um inchaço nos pés, mão e face. Todavia, o que você pode fazer quando você não quer usar nenhum medicamento receitado por um médico ou os de venda livre da farmácia? Por sorte, existem várias comidas e plantas que são naturalmente diuréticas. Sempre tenha o consentimento do seu médico antes de tentar qualquer coisa, isso serve não só para sua segurança, mas também para garantir que a retenção de líquidos não está causando ou é causada por um problema de saúde mais sério, como hipertensão (pré-eclâmpsia durante a gravidez pode levar a nascimentos prematuros), doenças cardíacas ou problemas circulatórios.

Alimentos

Existem muitas comidas comuns que agem como diuréticos. Logo, existem opções até para os estômagos mais enjoados. As comidas a seguir não são apenas diuréticos naturais, elas também possuem uma grande quantidade de água, o que combate a retenção de líquidos ao desintoxicar o corpo. Alimentos ricos em água também ajudam a evitar a desidratação, uma vez que a ingestão insuficiente de água, na verdade, leva à retenção.

Aspargo, couve de bruxelas, pepinos e tomates ajudam seus rins a remover o excesso de fluidos do seu corpo. Beterraba, repolho e cenoura ajudam a quebrar os depósitos de gordura que retêm água. Alcachofras, bananas, rábano, alface, aveia, passas, cebola crua, rabanetes, agrião e melancia contêm propriedades diuréticas, e muitos deles também aceleram o seu metabolismo, ajudando você a perder o excesso de fluido rapidamente.

Esses alimentos também fornecem vitaminas e minerais importantes, essenciais para uma gravidez saudável, substituindo os nutrientes perdidos com a água extra. Perda de vitaminas e minerais também podem afetar seu equilíbrio de eletrólitos, sendo essa outra razão para escolher alimentos naturais para combater a retenção.

Bebidas

Além de alimentos diuréticos, muitas bebidas também funcionam contra a retenção. Torne a água uma de suas principais bebidas diárias; a sua ingestão adequada não somente evita e reduz o inchaço, mas também é necessária para a sua saúde durante toda a sua gravidez e até mesmo durante a amamentação. O chá verde, suco de cranberry, chás herbais e de folhas dente-de-leão ajudam a evitar a retenção de líquidos. Suco de cranberry e chá de folhas de dente-de-leão também ajudam a evitar infecções do trato urinário. O vinagre de maçã, em pequenas quantidades, como em molhos para saladas, também proporciona algum alívio para o inchaço.

Plantas

Algumas ervas contêm propriedades diuréticas, como os alimentos e bebidas acima mencionados. As duas plantas mais conhecidas para evitar retenção de líquidos são menta e anis; ambos vêm em doces e na forma de chá, além de existirem como planta. Erva-doce, alho e salsa também podem proporcionar alívio do inchaço quando adicionados aos alimentos.

Dicas

Você também pode combater a retenção de fluidos ao deitar-se ou elevar seus pés, onde o excesso de fluidos se acumula mais devido à gravidade. Evite roupas, calçados ou meias apertadas, não apenas para seu conforto, mas também porque elas restringem a circulação. Exercícios leves, previamente aprovados pelo seu médico, como nadar, caminhar, yoga e exercícios aquáticos também aliviam o inchaço, principalmente por melhorar e aumentar tanto a circulação quanto seu metabolismo.

Conclusão

A maioria das mulheres grávidas deve ser capaz de utilizar pelo menos uma das opções previamente citadas, sem correr o risco dos medicamentos diuréticos, sejam eles de venda com receita ou sem. Lembre-se sempre de que a segurança deve ser sua preocupação central, não adie a consulta com seu médico sobre retenção de líquidos e maneiras para combatê-la.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível